Boeing E-4B "Nightwacth em Brasília- DF

O Centro de Gerenciamento do Ciclo de Vida da Força Aérea informou que foi adiado os planos de substituição dos aviões E-4B, que desempenham um grande papel estratégico nos EUA. A começar pelo seu apelido, “avião do juízo final”.

Atualmente a USAF opera quatro Boeings 747-200 que foram modificados para atuarem como E-4B Nightwatch. Estas aeronaves tem como função o transporte do Secretário de Segunda dos EUA e atuam também como um centro móvel do Pentágono.

Boeing E-4B pousando na base aérea de Yokota, Japão- Foto; USAF

Apesar da tecnologia embarcada nas aeronaves e de sua importância estratégica aos EUA, as aeronaves em si já são antigas.

A história destes aviões lembra a ocorrida com os atuais Air Force One VC-25A/B, Boieng 747-200), que após anos de serviço transportando os presidentes dos EUA, vão ganhar em breve seu descanso merecido. No lugar deles, dois Boeing 747-8 que estão sendo modificados para cumprir tal missão, irão assumir a missão de transporte presidencial dos EUA. 

Arte do novo Air Force One- Foto: Boeing

 

Curiosidades do E-4B Nightwatch:

O E-4B “Nightwacth”, além de fortaleza voadora, é aeronave perfeita para uma eventual crise nos EUA ou mundial, e tem a capacidade de gerenciar várias questões de defesa dos EUA, sendo assim um Posto Estratégico de Comando e Controle Aéreo.

E-4B “Nightwacth

O que mais chama atenção no Boeing é uma superfície meia arredondada na parte superior da aeronave, trata-se de uma antena de alta frequência, que é capaz de fazer comunicações com satélites, além disso a aeronave conta com salas de reuniões e sistemas de defesa com flares. No entanto, as aeronaves também tem capacidade de defesa contra ataques nucleares, assim como os Air Force One.

 

DEIXE UMA RESPOSTA