FA-50 maverick rokaf Coreia do Sul Polônia
Um FA-50 disparando um míssil ar-solo AGM-65 Maverick. Foto: ROKAF.

A Polônia está prestes a adquirir caças leves FA-50 Golden Eagle, fabricados pela KAI da Coreia do Sul. Serão 48 aeronaves a um custo estimado de US$ 2,5 bilhões. 

A compra dos jatos de combate, parte de um investimento muito maior, foi confirmada por oficiais sul-coreanos e pelo Ministro da Defesa polonês Mariusz Blaszczak nesta sexta-feira (22). Falando à mídia local, Blaszczak afirmou que os contratos podem ser assinados ainda na próxima quarta-feira. 

Além dos caças FA-50, a Polônia vai adquirir 180 tanques de guerra K2 Black Panther, com opções para mais 400 veículos, bem como 670 obuseiros autopropulsados K9 Thunder. Ao todo, a Polônia vai gastar US$ 14,5 bilhões com os novos armamentos sul coreanos, segundo o portal Defense News

Tanques de guerra K2 Black Panther sul-coreanos. Foto: ROK Army.

Blaszczak disse que os primeiros FA-50 podem chegar em 2023, enquanto os tanques K2 devem ser entregues ainda neste ano. “Receberemos as primeiras unidades este ano; no total, serão 180 tanques no primeiro lote”, disse.

A compra, uma das maiores da história polonesa, é parte de um amplo processo de modernização das forças armadas do país. Ainda em abril, Varsóvia assinou a compra de 250 tanques M1A2 SEPv3 Abrams dos EUA por US$ 4,75 bilhões. Em 2020, outro contrato bilionário: US$ 4,6 bilhões por 32 caças stealth F-35A Lightning II, também dos EUA.

Artilharias K9 Thunder. Foto: Ministério da Defesa Sul-coreano.

A Polônia, uma das nações mais orientais da OTAN, relatou em abril deste ano estar interceptando mais aviões russos perto de seu território. A invasão da Ucrânia pela Rússia em fevereiro mudou o cenário de segurança na Europa, acelerando diversos investimentos em defesa, como a compra do Embraer C-390 pela Holanda e a seleção do F-35 pela República Tcheca e Grécia. 

O FA-50 é a versão de caça e ataque leve do treinador supersônico T-50 Golden Eagle. A aeronave é equipada com um motor General Electric F404, o mesmo usado pelo F/A-18 Hornet, e pode ultrapassar Mach 1.5 (cerca de 1850 km/h).

KAI FA-50. Foto: KAI

Em termos de armamentos, o Golden Eagle pode empregar mísseis como o AIM-9 Sidewinder e AGM-65 Maverick, bombas inteligentes das séries JDAM e Paveway e foguetes de 70mm. Seu radar atual é o ELTA EL/M-2032 israelense, mas a KAI planeja introduzir o APG-83 AESA no avião. 

Com a compra, a Polônia se junta à Coreia do Sul, Indonésia, Iraque, Filipinas, Colômbia e Tailândia como usuária do modelo.