Airbus A320 Jetstar Motor Ferramenta
Foto: David Eyre

No dia 23 de outubro de 2020, um Airbus A320 da Jetstar Airways sofreu um problema no motor direito durante a decolagem partindo de Brisbane em Queensland, para Cairns com 165 passageiros a bordo.

O Airbus A320 de matrícula VH-VFF, taxiou normalmente até a pista 01L e logo os pilotos receberam autorização para decolagem. Os pilotos iniciaram a corrida para decolagem, ao chegar a uma determinada velocidade para decolagem, os pilotos ouviram um barulho incomum vindo do motor direito seguido de uma vibração continua. 

O som de estalo aumentava a cada instante e a aeronave fez um desvio para o lado direito, deixando a centralização da pista. Na mesma hora, o Primeiro Oficial tentou ajustar com os pedais do leme, porém sem sucesso. Imediatamente o Comandante reduziu a potência dos motores e acionou os freios para reduzir a velocidade da aeronave e abortar a decolagem.

Durante a desaceleração, os sons de estalos e a vibração diminuíram gradativamente até a aeronave chegar a velocidade baixa. Os sistemas do A320 da Jetstar indicaram dois erros no motor direito, logo após a mensagem o Comandante informou os Comissários sobre o problema preparando para uma possível evacuação.

Passageiros informaram aos membros da tripulação que havia chamas no motor, imediatamente o Comandante contatou os bombeiros do aeródromo e os fiscais de pátio para verificar a informação, entretanto não havia indícios de fogo.

Com isso, o Comandante seguiu com o Airbus A320 de volta para o portão e desligou os dois motores sem maiores problemas. 

 

Uma parte de uma ferramenta provocou danos ao motor

Imediatamente após o ocorrido, a aeronave foi retirada da malha para inspeção e manutenção. Devido aos danos maiores, o motor precisou ser retirado e levado para uma oficina dedicada a desmontagem e reparos de grandes proporções. Os mecânicos e engenheiros analisaram as partes danificadas e conseguiram encontrar o motivo do problema.

Eles encontraram um pedaço de uma chave de fenda na secção de combustão do motor, o que ocasionou danos em algumas partes do motor como algumas lâminas da seção de compressor de alta pressão. 

Foto: Relatório Oficial
Foto: Relatório Oficial

Outros detritos foram encontrados na caixa do motor, da ferramenta estava corroída devido a alta temperatura e também pelos danos confirma o relatório. Ainda segundo o documento, o pedaço da chave devia estar no motor do Airbus A320 há pelo menos 100 voos. 

“O ATSB concluiu que a broca de ferramenta foi deixada no motor após a manutenção e quando o motor estava funcionando, ele entrou no compressor de alta pressão, deixando amassados ​​e entalhes em várias pás do rotor e palhetas do estator”, disse Stuart Macleod, Diretor de Segurança dos Transportes.

Como medida de prevenção, a Jetstar emitiu um alerta a todos seus mecânicos e engenheiros para realizar uma verificação completa de todas as ferramentas utilizadas durante um processo de manutenção ou revisão. 

Foto: Relatório Oficial
Foto: Relatório Oficial

DEIXE UMA RESPOSTA