Em 2016 foi cogitado por um alto membro da Força Aérea dos EUA, que poderia haver um esforço para um projeto de uma aeronave de reabastecimento em voo furtiva, ou seja com tecnologia Stealth.

Mas essa informação foi recentemente neutralizada pelo chefe do Estado Maior da USAF, General Dave Goldfein, dizendo que não há condições financeiras para tal projeto.

Ainda de acordo com o General, as guerras aéreas do futuro serão muito baseadas em novos sensores e tecnologias.

“Eu não sei sobre o próximo avião-tanque, se será tripulado ou não, eu realmente não me importa muito com isso, desde que cumpra as missões para tal, está ok”, disse Goldfein.

Ainda de acordo com as falas do General, a USAF está muito focada com a nova aeronave tanque KC-46A Pegasus da Boeing, que vai servir por um longo tempo.

KC-46A Pegasus, o novo reabastecedor da USAF – Foto U.S Airforce