C-130 Hércules Foto: Flickr- Força Aérea Portuguesa

O ministro da defesa de Portugal cancelou o projeto de modernização dos C-130 Hércules do país. Até a chegada das cinco unidades do KC390 que será a nova aeronave de transporte de Portugal os Hércules irão passar por algumas modificações e manutenções.

A atitude do governo português visa economizar nos gastos, uma completa modernização não sairia barata, o valor girava em torno dos 29 milhões de euros.

O anúncio aconteceu nessa sexta-feira e já foi publicado no Diário da União. Algumas modificações a serem feitas nos C-130 serão nos sistemas internos das aeronaves. Além dos Hércules os Dassault Falcon 50 também receberam algumas modificações, visto que se trata de uma aeronave antiga que precisa ficar acordo com os requisitos aeronáuticos europeus.

Em 2017, o governo português autorizou a compra dos cinco Embraer KC-390, as aeronaves de fabricação nacional vão ser usadas em missões de transporte cargas, combate a incêndios, realização de serviço SAR (Resgate Aéreo), além de servir como reabastecedor aéreo, através da sua função REVO.

As capacidades do cargueiro multifuncional da Embraer são inúmeras, como por exemplo, cumprir missões de busca e resgate, combate a incêndio, transporte aeromédico, transporte de tropas e blindados, conta com medida de auto-defesa como chaff, flares, dentre outras características. Porém Portugal é pacífico e está bem interessado na capacidade da aeronave para combater incêndios.

Fonte: Defesa Aéra & Naval e Aquivos Aeroflap