A primeira nação internacional a comprar o cargueiro militar estratégico KC-390 ou C-390 Millenium poderá ajudar a impulsionar a venda da grande aeronave da Embraer. 

O governo português deverá ajudar a impulsionar a aeronave para o mercado dos países que fazem parte da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte).

“Estamos disponíveis para contar a nossa experiência (com o C-390) para os parceiros da OTAN”, disse o ministro da Defesa português, João Gomes Cravinho em entrevista ao Estadão. 

Portugal terá cinco unidades do KC-390 sendo que o primeiro já está em construção na fábrica da Embraer. O contrato de compra e venda tem o valor de 827 milhões, valor que foi bastante discutido entre as autoridades portuguesas e a Embraer.

KC-390 Foto – Embraer/Reprodução

Questionado pelo jornal sobre uma possibilidade de Portugal adquirir caças leves Super Tucano, João Gomes disse que “é possível que o país estude essa ideia de aquisição do A-29 e que Portugal pretende investir na formação de pilotos”.

Por meio da empresa OGMA, Portugal fabrica algumas peças do C-390 ou KC-390 e segundo o ministro isso pode ser uma alavanca para a venda do avião para o mercado exterior, além do país seu um centro de venda da aeronave e manutenção.

 

Fonte de apoio: Jornal Estadão/ Edições: Aeroflap


DEIXE UMA RESPOSTA