Pouso do Antonov An-124 danifica o maior motor turbofan do mundo

Foto - GE Aviation

O motor GE9X tem uma particularidade similar ao seu tamanho, somente aviões de grande porte, como o An-124 e o An-225 podem transportar esse motor.

E nesta última semana a GE (General Eletric) estava transportando um motor GE9X para as instalações em Everett, onde seria instalado em um Boeing 777X, porém um pouso com um pouco mais de energia por parte do An-124 danificou algumas partes de um dos motores.

Foto – Aeroporto de Cabo Frio/Divulgação

A aeronave, um Antonov An-124 da Volga-Dnepr, estava fazendo um voo de Ohio, nos EUA, onde a GE tem suas instalações para Everett, onde a Boeing monta o 777X. Por se tratar de uma aeronave russa operando no espaço aéreo dos EUA, foi necessária permissão especial do departamento de defesa dos EUA.

O motor não voltou para Ohio, ele será reparado rapidamente pela GE nas instalações da Boeing em Everett, visto que as duas empresas têm pressa para colocar os motores no Boeing 777-9X.

A Boeing deve retomar em breve os testes em solo com o primeiro protótipo, para checar instrumentos e analisar dados, antes de decidir pelo primeiro voo que pode ocorrer em janeiro.

A Boeing atrasou novamente o primeiro voo do 777-9X, para o início de 2020, mas continua com a perspectiva de certificar sua nova aeronave no próximo ano, com entregas em 2021.

O motor é enorme, pesando 16.300 kg (36.000 lb) e com 3,4 metros de diâmetro, não é um objeto fácil de substituir. De fato, é tão grande que a fuselagem do Boeing 737 realmente se encaixa dentro do motor.


DEIXE UMA RESPOSTA