Motor F-135 na bancada de testes da Pratt & Whitney- Foto: Pratt & Whitney

A fabricante de motores Pratt & Whitney está fazendo estudos para definir uma nova opção de atualização dos motores F-135, que equipam o caça de 5º geração F-35.

Essa atualização já estaria inclusa nos “caças entregues a partir de 2026”, diz Matthew Bromberg, presidente da Military Engines.

As atualizações, cujos detalhes serão definidos em cerca de seis meses, estão focadas em melhorias no ventilador e nos acessórios do motor, disse Bromberg ao Aerospace DAILY durante uma entrevista em 17 de setembro, à margem da Air Space and Cyber, ​​da Air Force Association.

Essa atualização poderia aumentar o empuxo do motor entre 10 a 12%, além de ter uma consumo de combustível menor, algo que ficaria em torno dos 5 a 6%.

Lockheed Martin F-35A da USAF

“Descobrimos que não ressoava porque não tinha gerenciamento térmico e de energia“, diz Bromberg.

As atualizações da Opção de crescimento (GO) e do Pacote de aprimoramento do motor (EEP) resultam de tecnologias desenvolvidas no âmbito do Adaptive Engine Technology Program, financiado pelo Laboratório de Pesquisa da Força Aérea para projetar um novo núcleo de motor.

“A Pratt & Whitney concluiu recentemente a revisão detalhada do projeto do mecanismo demonstrador XA101”, diz Bromberg.

 

Fonte: Aviation Week / Adaptação: Aeroflap