De acordo com o presidente do Conselho de Administração da Abracorp (Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas), Carlos Prado, declarou que a associação espera uma alta de 20% nos preços dos bilhetes aéreos do mercado doméstico, neste 2º trimestre de 2019, em comparação com o mesmo período de 2018.

De acordo com Prado, um aumento de 12% em relação ao ano anterior é referente à alta do dólar e também na cotação do petróleo, que afeta diretamente o preço do Querosene da Aviação. A outra parte drástica diminuição das operações da Avianca Brasil também colaborou com o aumento.

Mesmo com a alta das passagens, as viagens corporativas devem apresentar um crescimento de 4%, considerando as reservas de passagens aérea para o mercado doméstico e hotéis no Brasil.

O aumento de 20% é baseado em uma média de todas as passagens aéreas, esse valor deve ser confirmado somente quando sair os relatórios financeiros das três principais companhias aéreas do Brasil, incluindo a GOL, que lidera em venda de passagens para o mercado corporativo.