Tenente Sofia 'Marvel' Vier durante campanha de treinamento de ataque ao solo com o IA-63 Pampa, em 2020. Foto: FAA.

A Tenente Maria Sofía Vier, primeira mulher piloto de caça da Força Aérea Argentina (FAA) realizou seu primeiro voo solo em um caça A-4AR Fightinghawk na última quarta-feira (14). Ela e outros três pilotos “solaram” o avião em cerimônia presidida pelo Ministro da Defesa Agustín Rossi, na V Brigada Aérea de Villa Reynolds, província de San Luis. 

“Meus parabéns a estes quatro novos falcões desta histórica brigada da Força Aérea, que teve uma destacada participação na Guerra das Malvinas com os A-4” disse o Ministro à Tenente Vier. 

“Queremos homenagear todos os veteranos, os que estão conosco e os que não estão mais”, disse Rossi, lembrando que o ano que vem marca quatro décadas desde o desembarque nas Malvinas e o Batismo de Fogo da Aeronáutica, ocorrido em 1º de maio de 1982. 

“É uma boa oportunidade para reforçar aquele espírito Malvin que nunca se deve perder, é um valor a partir do qual se pode construir”, disse Rossi ao recordar a figura do Capitão Gonzalo Britos Venturini, piloto de caça pertencente à V Brigada, que morreu no ano passado durante um exercício de treinamento.

A Tenente Sofía Vier no cockpit do A-4AR. Imagem via redes sociais.

“Deve ser também um exemplo e uma imagem inspiradora para esses quatro novos falcões; lembramos sua capacidade e generosidade”.

Junto do comandante da FAA, Major-Brigadeiro Xavier Julián Isaac, e do prefeito de Villa Mercedes, Maximiliano Germán Frontera, o Ministro Rossi agradeceu os integrantes da organização militar pelos trabalhos de revitalização dos A-4AR, realizados no âmbito de um programa do FONDEF (Fundo de Defesa Nacional): “Até o final do ano, espera-se a recuperação de cerca de oito unidades”, antecipou.

Apelidada de Marvel por causa do filme Capitã Marvel, a Tenente Sofía Vier ingressou na Escola de Aviação Militar em 2013. Posteriormente, ela se mudou para os Estados Unidos, ao ser selecionada entre as primeiras posições para fazer o Curso Básico Conjunto da Força Aérea dos Estados Unidos para Aviadores Militares (CBCAM), onde voou o T-6 Texan II

Tenente Sofia Vier recebendo seu lenço, marcando seu voo solo no A-4AR Fightinghawk. Foto via El Diario de Carlos Paz.

Em maio do ano passado, aos 26 anos, Sofia tornou-se  a primeira argentina a se formar no Curso de Padronização de Procedimentos para Aviadores de Combate (CEPAC) da IV Brigada Aérea El Plumerillo (Mendoza), depois de voar sozinha um avião IA-63 Pampa II.

Em 2021 ela foi enviada para San Luis, onde passou pelo curso de formação no A-4AR até chegar ao voo solo realizado no dia 14. 

“O Ministério e as Forças têm uma política ativa de incorporação das mulheres às suas fileiras e o mundo está evoluindo nesse sentido”, disse Rossi, e especificou: “Hoje temos 20% do efetivo feminino nas três Forças; esperamos todas aquelas mulheres que têm vocação para servir ao país.”

Ministro Rossi com os quatro novos pilotos de A-4AR, incluindo a Tenente Sofia Vier, segunda da direita para a esquerda. Foto: Ministério da Defesa Argentino.

Via Governo Argentino