Hoje o primeiro Airbus A350-900XWB que será da Delta Airlines realizou o início dos testes em voo no centro de montagem final da Airbus situado em Toulouse, a aeronave no momento está com a matrícula F-WZGP e tem o número de série 115.

O voo inaugural durou várias horas e serviu para testar componentes essenciais para o voo, acima do golfo da Biscaia. Essa aeronave será entregue em julho deste ano com a matrícula N501DN e irá compor a frota da companhia para substituir as aeronaves 747 até  o fim do ano. A aeronave está equipada com 32 assentos da Business Class, 48 na Premium Economy e 226 na Economy.

A350 da Delta na linha de montagem da Airbus em fevereiro de 2017.

Atualmente o Boeing 747 da Delta realiza voos de longa distância para Tokyo/Narita, Seul e Xangai, cerca de cinco aeronaves A350 estarão operando na Delta até o final de 2017 em um esforço para substituir unidades mais antigas do 747-400.

Em um plano de revisão da frota a Delta antecipou a aposentadoria do Boeing 747-400, com a justificativa de melhorar ainda em 2017 seus ganhos financeiros. Apesar de representar uma queda na oferta em algumas rotas, visto que o 747 da Delta transporta até 376 passageiros, a companhia está feliz com o resultado que irá obter com o novo A350.

O A350 da Delta ainda será equipado com um sistema de entretenimento de última geração, os passageiros também terão a disposição internet via Wi-Fi e uma nova configuração de interior que oferece maior conforto para os passageiros. Ao todo a companhia norte-americana tem 25 encomendas para o A350-900XWB.

Recentemente a Delta adiou a entrega de 10 aeronaves A350-900XWB que receberia da Airbus, a companhia que antes iria receber essas aeronaves entre 2019 e 2020, agora irá receber entre 2021 a 2022. As entregas para 2017 e 2018 se mantêm.