Foto: Alex Farwell - Viking Aero Images.

O primeiro Boeing F-15EX, versão mais avançada do F-15 Eagle, recebeu sua pintura de serviço. O caça foi pintado com o mesmo esquema de cores dos F-15C/D Eagle da USAF (Força Aérea dos EUA), com marcações do 40º Esquadrão de Testes de Voo. 

A unidade será responsável pelos testes de desenvolvimento do modelo. A Boeing deve entregar dois F-15EX à USAF até o final do primeiro trimestre de 2021. A segunda unidade será usada pelo 85º Esquadrão de Teste e Avaliação nos ensaios operacionais do caça. 

Desta maneira, os dois esquadrões trabalharão juntos para concluir, simultaneamente, os testes operacionais e de desenvolvimento. As duas unidades são sediadas na Base Aérea de Eglin, na Flórida.

As fotos foram registradas pelo fotógrafo Alex Farwell, dono do perfil Viking Aero Images no Instagram. No seu primeiro voo, realizado no dia 02 de fevereiro, o F-15EX não estava usando nenhuma pintura, ostentando somente o primer anticorrosivo.

Foto: Alex Farwell – Viking Aero Images.

A USAF pretende adquirir 76 F-15EX nos próximos anos no âmbito do programa Future Years Defense Program, projetando a aquisição total de 144 jatos. Os F-15EX serão os substitutos dos F-15C/D Eagle mais antigos cuja vida útil já está no final.

Os F-15C/D seriam originalmente substituídos pelo F-22 Raptor, mas este plano caiu por terra por conta dos altos custos na produção e manutenção dos Raptors, primeiro caça de quinta geração da história. Apenas 195 unidades do F-22 foram fabricadas. 

Recentemente a Boeing recebeu autorização para oferecer o caça à Índia, enquanto a Indonésia afirmou ter interesse em adquirir unidades do F-15EX e Dassault Rafale. O jato também foi oferecido para a Força Aérea Israelense. 

Segundo o site The War Zone, a partir de 2023 o F-15EX deverá entrar em serviço operacional com 123º Esquadrão de Caça da Guarda Aérea Nacional de Oregon (Oregon ANG), sediado na Base Aérea de Portland.

Foto: Alex Farwell – Viking Aero Images.

O F-15EX é a versão mais avançada do F-15, desenvolvida a partir do F-15QA (Qatari Advanced) da Força Aérea do Qatar. A aeronave emprega vários sistemas avançados, dentre eles o AN/ALQ-250 Eagle Passive Active Warning Survivability System (EPAWSS).

Desenvolvido pela BAe Systems, o EPAWSS é um novo sistema de guerra eletrônica que visa defender a aeronave contra ameaças nos espectros de radiofrequência e infravermelho, através do emprego de antenas e sensores eletro-ópticos. 

O EPAWSS também será instalado nos F-15E Strike Eagle em serviço na USAF. O sistema foi testado em um F-15E durante o Exercício Black Flag (não confundir com o Red Flag). 

Outro destaque é a quantidade de mísseis que podem ser carregados pelo jato. Em configuração totalmente ar-ar, a aeronave pode ser armada com 22 mísseis, tornando-se um verdadeiro caminhão de mísseis. 

O F-15EX poderá empregar um grande leque de mísseis ar-ar e ar-solo além de bombas guiadas JDAM e Paveway.