A Embraer celebrou hoje os 30 anos do “Boa Ideia”, um dos mais longevos programas de gestão da indústria brasileira. Criado para estimular as sugestões dos funcionários sobre melhorias nos processos que geram resultados para segurança ocupacional, ergonomia, meio ambiente ou financeiros, a iniciativa vem contribuindo ao longo dessas três décadas com a criação de um clima mais participativo e de valorização das pessoas.

Quando lançado em 1988, o PBI tinha como objetivo dar liberdade aos operadores se expressarem com novas ideias e opiniões sobre os processos que atuavam diariamente. A partir da virada do milênio, o programa evolui de um formulário de papel depositado nas caixinhas de sugestões e passou a se tornar uma das principais ferramentas de gerenciamento, motivação e aumento da eficiência.

Dentro do novo formato do programa desenvolvido em 2000, que apresentou também novas formas de reconhecimento, a ação passou a contribuir ainda mais com o fortalecimento da cultura de inovação dentro da companhia. Desde então, cerca de 12.600 funcionários já apresentaram pelo menos uma ideia ao programa. Neste mês de agosto, a companhia chegou a expressiva marca de 98.500 ideias implantadas no acumulado dos últimos 19 anos, beneficiando não somente os processos da empresa, mas também o próprio ambiente de trabalho dos empregados.

“A cultura de inovação da Embraer é fortalecida por um ambiente propício à criatividade e canais adequados para catalisar o potencial colaborativo de cada um. Ao longo dessas três décadas o Programa Boa Ideia tem contribuído de forma eficaz como uma importante ferramenta de gestão, promovendo a continua participação dos empregados, a melhoria dos processos e os ganhos de eficiência da companhia”, disse Ernani Ribeiro, coordenador do Programa Boa Ideia. “A longevidade dessa iniciativa não seria possível, no entanto, sem o comprometimento e reconhecimento dos gestores da empresa que participam diretamente ao lado dos empregados no aperfeiçoamento de cada sugestão apresentada.”

Entre as mais diversas formas de reconhecimento, mais de sete mil empregados já tiveram a oportunidade de participar do evento cultural do Boa Ideia, que reúne as 115 melhores ideias do trimestre. Nesse evento o funcionário tem o direito de levar um acompanhante para uma peça de teatro seguido de um jantar.

Atualmente, um sistema armazena as pontuações de todos os funcionários que tiveram suas ideias aprovadas pelos critérios do programa. Desta forma, como em um programa de milhagem, o profissional pode escolher livremente o melhor momento de retirada das premiações, que, conforme a pontuação acumulada, é trocada por utensílios domésticos, ferramentas, equipamentos esportivos, eletrônicos, passagens aéreas, pacotes de viagens, entre outros.