Boeing KC-46/ Foto -Boeing

O programa de cisternas da Boeing referentes ao KC-46 completou todos os testes de voo exigidos pelo Supplemental Type Certificate (STC), após um voo bem-sucedido de reabastecimento / comunicações com um C-17 Globemaster III.

O STC engloba os sistemas militares instalados na aeronave 767-2C para torná-lo um navio-tanque, e é uma das duas certificações de aeronavegabilidade da FAA. A Boeing agora enviará os dados e relatórios resultantes à FAA para revisão antes do prêmio do STC.

“Este é um grande marco para o programa e nos aproxima da primeira entrega do KC-46”, disse Mike Gibbons, vice-presidente e gerente de programas da Boeing KC-46A. “Temos o melhor da Boeing trabalhando juntos para garantir que a Força Aérea esteja obtendo um tanque de mudança de jogo com recursos inigualáveis”.

Como parte do teste STC, a equipe combinada da Boeing / Força Aérea teve que validar os sistemas de lança e drogue para reabastecimento aéreo com múltiplos aviões receptores. Eles também demonstraram que o KC-46 pode receber combustível do KC-135, KC-10 e outros petroleiros KC-46, realizou testes de iluminação noturna e diária e testou os sistemas defensivos da aeronave e os aviônicos.

“Embora a maioria de nossos testes tenha sido conduzida pela Boeing Field em Seattle, nós nos conectamos com recursos das Bases Aéreas de Nellis e Edwards e também viajamos para a Naval Air Station Patuxent River para testes do sistema drogue de linha central”, disse Jeanette Croppi, gerente de testes do Programa KC-46. “Este foi realmente um grande esforço feito por uma equipe. ”

A Boeing recebeu anteriormente seu certificado de tipo alterado da FAA, para sua configuração principal 767-2C em dezembro de 2017. O 767-2C é uma versão modificada do 767 comercial da empresa com revisão da estrutura, aviônicos, fiação e sistema hidráulico.

O programa de testes tem seis aeronaves que suportaram vários segmentos de testes ATC e STC. No total, elas completaram 2900 horas de voo, bem como mais de 2500 “contatos” durante voos de reabastecimento com aeronaves F-16, F / A-18, AV-8B, C-17, A-10, KC-10 e KC-46.

O KC-46, derivado da fuselagem comercial 767 da Boeing, é construído nas instalações da empresa em Everett, Washington. A Boeing está atualmente em contrato para os primeiros 34 dos 179 navios-tanque esperados para a Força Aérea dos EUA.

O KC-46A é um navio-tanque multirole que pode reabastecer todas as aeronaves aliadas e militares, compatíveis com os procedimentos internacionais de reabastecimento aéreo, e pode transportar passageiros, carga e pacientes.