O programa do novo reabastecedor da USAF, o KC-46A que é baseado no Boeing 767 pode ter o prazo de entrega postergado, devido a atualizações de última hora no sistema Centerline Drogue System (CDS) da aeronave que serve para abastecer as aeronaves. O General que é um dos responsáveis pelo programa, informou a notícia no último dia 2.

Até então tudo estava certo para a primeira entrega acontecer em outubro desse ano, porém o General Carlton Everhart, comandante do Air Mobility Command, disse que apesar do avanço do programa da aeronave, ainda há “Obstáculos a serem resolvidos”. A fala do está se referindo aos Pods para reabastecimento das aeronaves operadas pela Us Navy que tem um sistema de reabastecimento diferente dos da USAF.

Ainda de acordo com o General Carlton, não é certo que as novas e necessárias atualizações ocorram até o mês de outubro que como já dito era o mês de entrega das primeiras unidades do reabastecerdor.

Com as atualizações os Pods para reabastecimento devem passar pela autorização da FAA por testes de certificação. Passando para questões de valores já é estimado que o custo total gire em torno dos US$ US $ 3 bilhões, valor esse que já está sendo questionado por algumas autoridades norte-americanas.

Além do sistema drogue, o Remote Vision System (RVS) do KC-46A tem sido problemático. O RVS é a câmera que ajuda o operador da lança a alinhar a lança à aeronave que precisa ser reabastecida.

Fonte: Aviation Week