Projetos da Infraero para o Aeroporto de Sorriso são aprovados pela Secretaria de Aviação Civil

Os projetos da Infraero para a revitalização, recuperação e sinalização horizontal da pista de pousos e decolagens, pátio de aeronaves e taxiway do Aeroporto de Sorriso/Adolino Bedin, em Mato Grosso (MT) foram aprovados pela Secretaria de Aviação Civil (SAC) do Ministério da Infraestrutura.

Com esse resultado, a prefeitura poderá encaminhar a contratação das obras de modernização do aeroporto, que deverá contar com recursos do Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC).

De acordo com a SAC, a Infraero foi uma das projetistas que aprovou trabalhos com mais agilidade na pasta, o que demonstra a capacidade da empresa para atender às demandas de seus clientes. Ao todo, foram cerca de três meses para o alinhamento dos trabalhos e a aprovação final pela secretaria.

“Com a aprovação dos projetos, a Prefeitura de Sorriso tem os requisitos básicos para iniciar o processo de licitação das obras. Na prática, podemos dizer que a Infraero viabilizou a primeira parte da obra no aeroporto, já que os projetos são essenciais para os serviços e a aprovação também é necessária para que o recurso seja liberado pela SAC, que faz a gestão do FNAC, um fundo voltado para fomentar a aviação civil no Brasil”, avalia o superintendente de Desenvolvimento de Serviços em exercício, Rodrigo Medeiros.

As melhorias propostas pela Infraero no aeroporto, que conta com pista de 1.700 metros de comprimento por 30 de largura, ajudarão a cidade a receber voos de aeronaves maiores, como Embraer 190, 195 e similares. Para isso, o projeto prevê a reforma e revitalização do sistema de pistas e pátios, com recapeamento, reforço de estrutura, nivelamento, instalação de nova sinalização, entre outros.

 

Serviços da Infraero atendem a todo o segmento aeroportuário

Os projetos da Infraero para o Aeroporto de Sorriso fazem parte de um portfólio que a Infraero pode oferecer ao setor de aviação civil brasileiro. Para isso, a empresa conta com equipes que atuam em todo segmento aeroportuárias, como regulamentação, operação, segurança, manutenção, engenharia, meio ambiente, finanças e logística.


É com esse conjunto de corpo técnico, aliado à experiência de 46 anos no desenvolvimento da aviação civil do País, que a empresa oferece soluções customizadas, planejadas e executadas de acordo com as necessidades dos clientes. Além dos projetos de engenharia, a Infraero oferece serviços de desenvolvimento de sistemas, consultorias ambientais, projeção de demanda do transporte aéreo e serviços na área de TI para aeroportos, além de atividades de manutenção de pista e pátios, com serviços de macrotextura, medição de atrito e remoção de borracha.

Um dos exemplos da atuação da Infraero está no Aeródromo Botelho, em Brasília. A empresa foi contratada pelo Governo do Distrito Federal para fazer a gestão, análise e levantamento de ajustes e melhorias a serem feitos no local; gestão de contratos comerciais e tarifas de utilização do aeródromo, bem como a execução das atividades aeroportuárias de acordo com as normas da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea).

Aos operadores de aeroportos a Infraero também oferece treinamentos para capacitar as equipes dos terminais com formação e aperfeiçoamento de bombeiros de aeródromos, gestão aeroportuária, fiscalização de pátio, entre outros.

Somente em 2019, a Infraero firmou 76 contratos, com 36 aeroportos atendidos. Entre esses terminais estão os de Correia Pinto (SC), Divinópolis (MG) e Parnaíba (PI), além de Botelho (DF), onde a Infraero faz a gestão aeroportuária. Para conhecer em detalhes todos os produtos e serviços oferecidos pela Infraero, acesse www.infraero.gov.br/negocios.

 

DEIXE UMA RESPOSTA