Em um pronunciamento aos funcionários na tarde desta última terça-feira, ou como a Azul gosta de falar, Tripulantes, a companhia apresentou um pouco mais das suas perspectivas para 2018, e atualizou até mesmo o plano de frota.

De acordo com a Azul ela terminará 2018 com 33 ATRs, 63 E-jets e 7 A330, além dos 20 A320neo. Essa é uma alteração expressiva, visto que antes a Azul esperava terminar 2018 com 35 ATRs na frota, 69 E-Jets e 17 A320neo, além de não contar com a retirada de um A330ceo.

A330neo da Azul em ilustração. Foto – Azul/Divulgação

O destaque mesmo de 2018 é a chegada do primeiro A330-900neo da companhia, provavelmente no último trimestre do ano, nos dois Boeing 737-400F e também na certificação do Pilatus como uma aeronave comercial, para fazer voos pagos. A companhia só receberá um A330neo em 2018, de acordo com o pronunciamento aos funcionários, assinado pelo presidente.

O dois aviões Boeing 737-400F chegarão no segundo semestre, de acordo com a companhia, ele será utilizado pela Azul Cargo, prestando serviços para uma empresa em parceria com os Correios. Até mesmo a pintura já foi divulgada pela companhia, inicialmente como ilustrativa.

 

 

A companhia ainda disse:

Queremos voar para mais 10 novos destinos, sendo 7 domésticos e 3 internacionais, na América do Sul. São eles: Pato Branco, Toledo, Guarapuava, Serra Talhada, Mossoró, Umuarama, Caruaru, Santa Cruz de La Sierra, Córdoba e Rosário.