Qantas aviões
Aeronaves da companhia aérea australiana Qantas noa aeroporto de Melbourne.

A companhia de bandeira da Austrália, Qantas, vai exigir que os passageiros que voarem com a empresa em voos internacionais terão de tomar a vacina. Segundo o presidente da Qantas, Alan Joyc, essa será uma atitude comum entre as companhias aéreas quando a vacina for implementada. 

“Estamos considerando mudar nossos termos de uso para viajantes internacionais, para dizer a eles que pediremos às pessoas que se vacinem antes de embarcarem no avião”, disse o presidente.

Além disso, a Qantas estuda implementar também essa regra nos voos domésticos quando a vacina for liberada. “Mas para os viajantes internacionais que vêm para a Austrália e para as pessoas que estão deixando o país, achamos que é uma necessidade”, acrescentou.

A Austrália fechou todas as suas fronteiras desde março, em prol de evitar que o vírus se alastrasse ainda mais. Milhares de cidadãos australianos estão tentando retornar ao país, entretanto, o governo está autorizando um número controlado para cada semana. 

Segundo os números oficiais da Covid-19 no país, registraram apenas 907 mortes com 27.800 casos. Este é um dos menores números de contaminação e óbitos no mundo todo. O que torna a medida imposta pelas autoridades bem eficaz.

Por outro lado, devido ao impacto da crise na aviação, a Qantas se viu obrigada a cortar 8.500 empregos com 200 aviões estocados.

 

Fonte: Isto É

DEIXE UMA RESPOSTA