Qantas quer encomendar em breve cerca de 100 aviões

Aeronaves da companhia aérea australiana Qantas noa aeroporto de Melbourne.

A Qantas Airways deve realizar em breve uma grande encomenda de aeronaves, com foco em substituir cerca de 75 aviões Boeing 737-800, e também aeronaves Boeing 717 de voos regionais.

A companhia está fazendo um estudo entre as aeronaves Boeing 737 MAX, Airbus A320neo e A220.

A Qantas não afirma se a mistura de aeronaves é um problema para a companhia, que gosta de ter a opção do 737 MAX, porém encomendou o Airbus A321XLR focando em voos na região da ásia-pacífico.

Ao mesmo tempo a companhia afirma que tem certo interesse no A220 para substituir o Boeing 717, e não descarta outras opções para a sua frota.

A Qantas já opera o Boeing 737-800 e, se o MAX, de alguma forma, mantiver sua mesma classificação de tipo (como era anteriormente), seria uma escolha fácil para a companhia aérea. Eles não precisariam treinar arduamente todos os seus pilotos, o que lhes pouparia bastante tempo e dinheiro. O 737 MAX também oferece um pouco mais de alcance, na versão MAX 8, em comparação com o A320neo.

Essa vantagem, no entanto, deve ser diminuída pela massiva presença do A320 na frota da JetStar, uma subsidiária da companhia, que já tem encomendas para o A320neo e o A321neo (e suas variantes de longo alcance).

A decisão final da Qantas deverá ser apresentada no Farnborough Airshow de 2020, enquanto isso a companhia poderá ter todo o tempo do mundo até mesmo para provar que o 737 MAX consegue voar com segurança.


DEIXE UMA RESPOSTA