Qatar Airways e família Cueto concordam com aporte de US$ 900 milhões na LATAM

A350 sendo rebocado para o hangar de manutenção da LATAM.

A Qatar Airways e família Cueto, acionistas do Grupo LATAM, concordaram com um aporte total conjunto de US$900 milhões na empresa de companhias aéreas para resgatar a liquidez da LATAM.

O acordo do aporte foi formalizado oficialmente na Vara de Falências de Nova York, que cuida do processo de Recuperação Judicial do Grupo LATAM e algumas de suas filiais, com base no Chapter 11.

O documento ainda explica que esse aporte será feito como um financiamento para a LATAM, onde os acionistas poderão no futuro resgatar esse valor aplicado. O acordo também permite que os acionistas tenham prioridade no pagamento do empréstimo, frete aos outros credores da LATAM.

Além desse aporte, o Grupo LATAM também deve receber cerca de US$ 1,9 bilhões como parte do pagamento da Delta por 20% de participação acionária. Ao todo, a LATAM conta com um aporte de US$ 2,8 bilhões para enfrentar um dos piores períodos da sua história.

Convertendo todo o dinheiro temos um aporte de R$ 15,4 bilhões na LATAM. Este valor é maior que o proposto pelo BNDES para as três companhias brasileiras, que totaliza R$ 6 bilhões.

A filial brasileira, a LATAM Brasil, que está fora da Recuperação Judicial, ainda deve receber mais R$ 2 bilhões do BNDES, como forma de empréstimo.

 

DEIXE UMA RESPOSTA