SU-30MKM da RMAF- Foto: Greg Waldron

A Real Força Aérea da Malásia continua estudo para substituir frota de caças SU-30MKM, mas devido um histórico de avanços e cancelamentos de compra, o novo caça poderá demorar a chegar na frota da RMAF.

Segundo informações do ministro Defesa, Mohamad Sabu, estão em andamentos os estudos para a compra de novos caças.

Vale ressaltar também que a frota de caças de superioridade aérea SU-30 MKM da Malásia são relativamente novos, com uma idade média de 11 anos. Com tudo a manutenção dos caças pode ser um fator para que já pense em trocar tais aeronaves.

Em 2017, o ministro Sabu disse que apenas quatro dos 18 Sukhois estavam em condições de voo.

Algo parecido aconteceu quando a RMAF tentou substituir sua antiga frota de 13 RAC MiG-29, foi feito um estudo para a escolha da aeronave mas no final nada foi decidido.

A RMAF disse este ano que também está interessada na compra de um jato de combate leve (LCA), e algumas empresas já demonstram interesse oferecendo alguns produtos, são elas a Hindustan Aeronautics, com Tejas, Korea Aerospace Industries (FA-50), Yakovlev (Yak-130) e o Complexo Aeronáutico de Chengdu / Paquistão (JF-17).

A inglesa BAE Systems também está interessada e o ofereceu uma modernização aos 13 jatos BAE Hawk da Malásia que atuam como aeronaves de ataque ao solo.

 

Fonte de apoio: Flight Global / Adaptações: Aeroflap