Recebendo aviões neste mês, Boeing continua fabricando o 737 MAX para a GOL

Boeing 737 MAX GOL

A ANAC do Brasil já autorizou o retorno de voos com o Boeing 737 MAX atualizado, e a GOL planeja retomar os voos com o Boeing 737 MAX nesta semana, no dia 09 de dezembro, se tudo ocorrer como o esperado.

Ao todo, a Boeing tem cerca de 15 aeronaves que já foram fabricadas e devem ser entregues para a GOL nos próximos meses. Desses aviões os primeiros começam a chegar na frota ainda nas próximas semanas.

A GOL deve receber dois aviões Boeing 737 MAX ainda em dezembro, se não ocorrer nenhum procedimento que atrase o retorno da aeronave. Ao todo a companhia brasileira tem 7 aviões deste modelo na sua frota atualmente.

Boeing 757 da American Airlines e 737 MAX da GOL em voos para Miami.

A informação foi repassada pelo próprio presidente da GOL, Paulo Kakinoff, em um evento para funcionários no final da última semana.

A Boeing já fabricou o 22º Boeing 737 MAX da GOL, de uma encomenda para 102 aviões. O avião foi fotografado recentemente nas instalações da Boeing em Renton (Everett), após ter sua montagem final concluída. A aeronave deve operar no Brasil com a matrícula PR-XMV, chegando em 2021 na frota.

 

A GOL divulgou no final de novembro que espera retirar neste ano cerca de 14 aviões 737 NG da sua frota, sendo que 11 já foram devolvidos, e 3 devem sair entre novembro e dezembro da frota.

A GOL retém ainda mais flexibilidade de ativos, uma vez que seus contratos atuais permitem a redução de sua frota em até outras 30 aeronaves em 2021-2022 se necessário, além de poder devolver um número superior caso as tendências de demanda sejam mais tímidas.


Deste modo, a GOL também pode se adequar à chegada dos novos 737 MAX, mesmo com a retração da demanda, visto que poderá substituir aviões Boeing 737 NG pelo novo avião, até 16% mais econômico no consumo de combustível.

 

DEIXE UMA RESPOSTA