Imagem: Leonardo.

O Laboratório de Ciência e Tecnologia de Defesa (DSTIL) do Reino Unido anunciou hoje a conclusão do “Programa Mais Drones Tornam o Trabalho Fácil”. De acordo com o DSTL, o programa terminou uma demonstração em larga escala de um enxame de drones. 

A demonstração foi realizada no início desse mês na base de testes da Força Aérea Real (RAF) em Spadeadam. Foram empregados cinco modelos diferentes de drones, usando seis diferentes tipos de carga útil e com diferentes capacidades operacionais.

O programa realizado em formato de competição foi financiado pelo Ministério da Defesa através do Acelerador de Defesa e Segurança (DASA). Após duas fases preliminares, a terceira e última fase foi anunciada pelo DASA em 2019, através do fechamento de um contrato de US$ 3,4 milhões com um consórcio liderado pela Blue Bear Systems Research, composto pelas empresas Plextek DTS, IQHQ, Airbus e pela Universidade de Durham.

O contrato cobriu a demonstração da operação em rede de um enxame de 20 drones para aplicações que incluem consciência situacional, assistência médica, reabastecimento logístico, detecção e destruição de explosivos, bem como geração de confusão no inimigo. 

De acordo com o DSTL, foram realizadas 220 surtidas em duas semanas de demonstração. “três operadores no sistema de comando e controle móvel da Blue Bear (MCCS) gerenciavam todo o enxame enquanto lidavam simultaneamente com diferentes tarefas colaborativas de análise de carga útil”, disse o DSTL em comunicado. 

Via Janes