F-35B RAF Reino Unido.
Caça F-35B da RAF decolando do HMS Queen Elizabeth. Foto: Royal Navy

O Governo do Reino Unido está em negociações para a aquisição de mais um lote de 26 caças stealth F-35B Lightning II, elevando para 74 o número de aviões adquiridos. Atualmente a Força Aérea Real (RAF) possui 26 destas aeronaves em operação. 

A entrega dos 48 jatos furtivos do primeiro lote só termina em 2025, mas o governo britânico já está em conversas com o Joint Project Office (JPO) do F-35 para a a compra dos 26 aviões novos. 

De acordo com o Navy Lookout, a Revisão Integrada do Ministério da Defesa Britânico (MoD), publicada em março de 2021, mencionava vagamente que havia a intenção de comprar “mais de 48” F-35. Falando em uma sessão do Comitê Parlamentar de Defesa, o marechal do ar Richard Knighton, vice-chefe do Estado-Maior de Defesa, especificou o número exato pela primeira vez em público. 

F-35 RAF Ucrânia Estônia
Um F-35B da RAF taxiando na base aérea de Ämari, na Estônia. Foto: RAF.

Knighton disse que o MoD agora tem o financiamento para a compra de mais 26 aeronaves, incluindo os custos de suporte e pessoal. Isso elevará a frota do Reino Unido para um total de 74 aeronaves adquiridas. No entanto, a RAF já perdeu um de seus F-35B em um acidente a bordo do porta-aviões HMS Queen Elizabeth no ano passado. 

“Estamos negociando essa compra adicional com o Joint Program Office e a Lockheed Martin”, diz Knighton. O financiamento para a aquisição foram reservados no programa de equipamentos do Ministério da Defesa, acrescentou.

Nas negociações com a Lockheed e o JPO, o Secretário de Defesa declarou que o contratado deve demonstrar reduções nos custos de suporte e aplicar mais urgência à integração de armas do Reino Unido. 

F-35B raf
F-35B Lightning II da RAF. Foto: Royal Air Force.

O trabalho na integração dos mísseis Meteor e SPEAR-3 começou, mas não há uma data definitiva para sua entrada em serviço, o que depende em grande parte da rapidez com que a Lockheed pode entregar a atualização do software Block IV para a aeronave.

O custo de aquisição de um F-35B agora é de aproximadamente £ 85 milhões, então o MoD tem uma influência considerável ao negociar o que é potencialmente um acordo de £ 2,2 bilhões. Não está claro quando o Reino Unido pode esperar a entrega deste segundo lote, mas precisará reservar aeronaves das séries de produção que são divididas em ‘lotes’. 

A meta da Lockheed é construir 156 jatos por ano para clientes em todo o mundo. Todavia, os problemas com a COVID, inflação e cadeia de suprimentos complicaram as negociações para os lotes 15-17 e o preço pode começar a subir, revertendo a tendência de queda à medida que a produção aumenta.

F-35B Meteor RAF
Foto: Jamie Hunter

Sendo um parceiro de Nível 1 no programa F-35, o Reino Unido tem um requisito total de longa prazo para adquirir até 138 unidades do caça de 5ª Geração.

“A decisão sobre uma compra adicional além dos 74 [combinados] será tomada no meio da década, no contexto do que decidimos fazer em nosso programa Future Combat Air System”, diz Knighton, se referindo ao BAE Tempest, caça de 6ª Geração desenvolvido em parceria com a Suécia e Itália. 

“É perfeitamente plausível imaginar uma situação em que poderíamos ter uma frota de 138 F-35, que descrevemos originalmente no início dos anos 2000”, acrescentou Knighton.