Retomada de voos com o 737 MAX não garante mais encomendas para a Boeing

Boeing 737 MAX
Foto - Paul Gordon/Boeing

Durante esta crise da pandemia, juntamente com a crise que a própria Boeing causou ao programa do 737 MAX, muitas encomendas foram canceladas, mas exclusivamente o novo narrowbody da Boeing sofreu bastante.

Foram mais de 1000 encomendas canceladas desde o início do ano, até a GOL Linhas Aéreas cancelou encomendas que realizou anteriormente.

E de acordo com recentes entrevistas, dos presidentes de companhia aéreas, a crise causada pela pandemia não deve resultar em mais encomendas por parte das empresas.

A Southwest Airlines, a maior cliente da Boeing em todo o mundo, disse nesta semana que precisaria de novos aviões 737 MAX para substituir as aeronaves que a empresa está aposentando, em vez de aumentar sua frota, e na quinta-feira aumentou a perspectiva de reduzir sua frota devido à pandemia.

“Se a demanda for persistentemente deprimida, podemos nos aposentar e não precisaremos usar aviões como substitutos”, disse o presidente-executivo da Southwest, Gary Kelly, a jornalistas.

Já a Ryanair, outra grande cliente da Boeing e que já ameaçou a encomendar mais aviões 737 MAX, disse que não está procurando pedidos adicionais para o avião, mas pode comprar mais se os preços caírem devido à crise, porém com entregas bem para frente.

“Com o tempo, pode-se ver que haverá uma maneira de as aeronaves ficarem mais baratas … e vamos capitalizar isso em algum momento”, disse o presidente-executivo da Ryanair DAC, Eddie Wilson, no Skift Aviation Forum. “Mas, no momento, é apenas a … ordem existente que temos”, disse ele.


A Ryanair disse que espera receber seus primeiros 30 aviões 737 MAX no próximo verão, inicialmente para substituir aeronaves existentes. 

A Norwegian Air Shuttle, outro grande cliente do 737 MAX, buscou esta semana proteção contra falência na Irlanda. Já a GOL, por enquanto planeja utilizar o novo avião para renovar a sua frota, assim como a Southwest.

 

Com informações da Reuters.

DEIXE UMA RESPOSTA