Richard Branson começa a procurar “compradores” para a Virgin Atlantic

Virgin Atlantic

O Virgin Group disse que contratou o banco de investimentos Houlihan Loukey para encontrar novos investidores para a Virgin Atlantic, mas negou um relatório de que a holding do bilionário Richard Branson está procurando vender a companhia aérea.

“Richard e o Virgin Group estão comprometidos com a companhia aérea e não querem vender a Virgin Atlantic”, disse um porta-voz por e-mail. “Eles reconhecem que mais investimentos serão necessários para compensar a perda total de receita devido ao Covid-19″.

Segundo o jornal Telegraph, Branson está buscando um comprador até o final de maio e está efetivamente desistindo do empréstimo através do governo do Reino Unido, onde solicitou cerca de 500 milhões de libras de ajuda estatal.

A Virgin Atlantic registrou lucros apenas três vezes na última década, enquanto a British Airways subiu para registrar lucratividade.

O proprietário da British Airways, o IAG, não está pedindo apoio do governo, apesar de dispensar trabalhadores para que eles entrem no programa de auxílio governamental. A EasyJet, também lucrativa, recebeu um empréstimo de £ 600 milhões.

Em uma carta aberta aos funcionários, Branson disse que a Virgin Atlantic não sobreviveria sem ajuda e até ofereceu sua ilha particular, Necker Island, como garantia contra um empréstimo.

Em uma tentativa de passar confiança na viabilidade da companhia aérea, Branson fez ao governo uma oferta que não pode recusar, ou é o que ele espera. O magnata das Ilhas Virgens Britânicas ofereceu hoje sua própria ilha particular, Necker Island, como garantia contra um empréstimo do governo. 


 

DEIXE UMA RESPOSTA