Decolagem de um SU-57. Foto - Reprodução/UAC

Um segundo contrato para o fornecimento de aeronaves Sukhoi SU-57 deve ser assinado pela Rússia. Esse contrato prevê a fabricação de mais 13 unidades do caça.

Os caças devem ser entregues em 2020 para as devidas forças armadas da Rússia, alguns destes caças terão motores de segunda geração, informou uma fonte da indústria aeroespacial à TASS. Espera-se que esse contrato dure cinco anos.

Esse ano as forças armadas deverão receber alguns aviões SU-57 do primeiro contrato, que constava o motor de primeira geração Saturn AL-41F. Já o segundo lote dos 13 caças terão o motor Saturn Izdeliye 30.

O SU-57 é um caça de 5º geração com capacidade stealth, supercruise, empuxo vetorizado, dentre outras qualidades técnicas e tecnológicas. Esse caça faz linha de frente com os norte-americanos F-22 Raptor e F-35 Lightning II, além do chinês J-20.

Apesar do caça ainda estar em processo de testes em fevereiro de 2018 imagens obtidas a partir de um satélite israelense (EROS B), e também imagens tiradas por pessoas nas proximidades da Base Aérea de Hmeymim, mostram mais caças Sukhoi SU-57, de fabricação russa, na Síria.

Imag

Além dos dois caças fotografados pelo satélite no dia 23 de fevereiro, e também vistos acompanhados por um SU-35, outros dois SU-57 possivelmente chegaram no último sábado na Síria, acompanhados por caças Su-30SM.