Partes do motor PD-35 que equipará o CR929. Foto: Roestec.

A estatal russa Rostec informou nesta semana sobre avanços no desenvolvimentos dos motores PD-8 para a nova versão do SSJ100, o SSJ-NEW, e o PD-35, que equipará o jato de grande porte sino-russo CRAIC CR929

A United Engine Corporation, companhia que é parte da Rostec, concluiu o primeiro estágio de testes do “coração” do PD-8, o gerador de gases, componente que consiste na câmara de combustão e de um compressor de alta-pressão. Especialistas da UEC-Saturn conduziram testes de acionamento e operação do componente em em modo lento e outros modos, explica a Rostec. 

Durante dos testes foram captados dados e estimativas além da realização de experimentos, onde os funcionários conseguiram obter a melhor configuração dos sistemas elétricos, pneumáticos e hidráulicos. Depois desta fase, foram realizados testes com combustível aeronáutico real, que ocorreram de forma bem-sucedida. 

“O PD-8 é o ‘mais novo’ entre os motores de aeronaves da Rostec, que é projetado para aeronaves de curto alcance. O gerador de gás desta unidade de energia foi montado e instalado em um estande de teste em maio. Durante a primeira fase de testes, especialistas lançaram o motor com sucesso e operado em modo lento. Os testes confirmaram que as soluções de design estavam corretas. Esta experiência será levada em consideração quando as amostras subsequentes do gerador de gás e teste amostras do motor PD-8 serão feitas e testadas”, disse um porta-voz da estatal russa. 

Baseado no PD-14 que equipa o Irkut MC-21, o PD-8 está sendo desenvolvido para equipar o SSJ-NEW, uma versão atualizada do Sukhoi Superjet, que ainda não obteve o sucesso esperado comercialmente. O jato comercial da Sukhoi utiliza os motores PwerJet SaM146, desenvolvido pela Safran francesa com Saturn russa. 

A Rostec também atualizou sobre o desenvolvimento do PD-35. A companhia informou que vai começar os testes dos componentes do novo motor no outono (que no hemisfério norte tem início em setembro). Assim como o PD-8, o PD-35 também tem suas origens no PD-14 do MC-21, porém, seu tamanho é muito maior. 

O PD-35 vai equipar o CR929, um widebody sino-russo em desenvolvimento para concorrer com o 787 da Boeing. 

China Rússia CR929

“O projeto de desenvolvimento do motor PD-35, usado em aviões de grande porte, está se aproximando de um novo marco. Especialistas fabricaram os primeiros componentes para o “coração” do motor – o gerador de gases. Essas partes são responsáveis ​​por iniciar e manter o gerador em funcionamento. Estamos planejando lançar os primeiros testes durante este outono para estudar operabilidade e verificar a conformidade com os requisitos de design”, afirma a Rostec em comunicado de imprensa. 

A estatal destaca que o PD-35 é um dos projetos mas ambiciosos da indústria aeronáutica russa, envolvendo todos os principais centros de pesquisa do país, além da UAC e UEC. “O projeto envolverá o uso de várias tecnologias e materiais avançados.”