Clique Aqui e receba as principais Notícias da Aviação em tempo real diretamente no seu Whatsapp ou Telegram.

A Rússia enviou recentemente dois bombardeiros Tupolev Tu-160 para a Venezuela, acompanhados por um avião de carga An-124 Ruslan e um avião de passageiros Il-62.

Essas aeronaves pousaram no Aeroporto de Maiquetia, nos arredores de Caracas, em um voo que saiu do extremo norte da Rússia, com trajetória de quase 10 mil quilômetros.

Na foto tirada por satélite temos dois bombardeiros Tu-160, um An-124 e um IL-62 nesse aeroporto nos arredores de Caracas.

De acordo com informações divulgadas nesta última segunda-feira pelo Ministério de Defesa da Rússia, essas aeronaves vão participar de um exercício operacional. Não informaram se há armas com esses aviões ou quanto tempo eles ficarão na Venezuela.

A Rússia enviou seus bombardeiros estratégicos Tu-160 e um cruzador de mísseis para visitar a Venezuela em 2008, em meio a tensões com os EUA após a breve guerra da Rússia com a Geórgia. Dois bombardeiros Tu-160 também visitaram a Venezuela em 2013.

Capaz de transportar a bordo 12 mísseis de grande porte e mais algumas bombas, o Tu-160 é uma aeronave supersônica com 54,1 metros de comprimento e altura de 13,1 m. Necessita de 4 tripulantes e voa sem parar por até 14000 quilômetros. Seu grande destaque é a asa de geometria variável de acordo com a velocidade.

Há novos equipamentos de navegação eletrônica, inexistentes na versão anterior do Tu-160, além de novas armas e sistemas embarcados. Atualmente a Força Aérea da Rússia dispõe de 16 aviões desse modelo.

DEIXE UMA RESPOSTA