Rússia faz ameaça aos EUA, caso o país faça lançamentos de mísseis balísticos

Putin e Trump Foto: REUTERS

A Rússia ameaçou diretamente os EUA, caso o país norte-americano faça qualquer lançamento de um míssil. A diplomacia volátil das duas grandes potências bélicas vem ganhando destaque no cenário internacional.

O princípio desde tensão em meio à Pandemia mundial, começou no início do ano quando os EUA anunciaram que equiparam um submarino com capacidade de emprego de mísseis balísticos Trident, com uma nova ogiva nuclear (W76), com poder de 5 kilotons, ou 1/3 da força da bomba de Hiroshima, que foi lançada pelos EUA no Japão, em 1945.

Acredita-se que o submarino em questão seja o USS Tennessee, da classe Ohio, que desde 1988 opera na frota naval norte-americana.

USS Tennessee- Foto: Us Navy

Esse anuncio foi visto pela Rússia como uma grande ameaça. Hoje a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, disse que “o movimento aumenta o risco de um conflito nuclear”, a ministra continua, “Eu gostaria de enfatizar que qualquer ataque de submarino nuclear americano de mísseis balísticos, independentemente de suas características, será percebido como um ataque com armas nucleares”.

De acordo com a Federação dos Cientistas Americanos, a Rússia tem 1.600 armas nucleares, incluindo os pesados mísseis de cruzeiros (ICBMs). Já os EUA tem à disposição cerca de 1.750. Ainda foi apurado pela federação que os armamentos nucleares dos submarinos tem um poder de 455 kilotons.

Saindo do cenário naval e do terra-ar, ainda há como lançar armamentos nucleares a partir de aeronaves, como os pesados bombardeiros norte-americanos B-1, B-2 Spirit e o B-52h, do lado russo temos o TU-160, TU-22M3 e o TU-95.

TU-160 – Foto: UAC

A movimentação russa por regiões do Ártico e do Báltico tem acontecido bastante ultimamente, tanto que caças de várias forças aéreas interceptaram aeronaves russas como o bombardeiro TU-160 e os TU-22M. Interceptações norte-americanas também aconteceram, sendo a última envolvendo caças F-22 Raptor


 

DEIXE UMA RESPOSTA