Rússia finaliza testes aerodinâmicos do An-124 com novos motores

Em 2019 a Rússia propôs uma nova versão do cargueiro Antonov An-124, com motores mais econômicos. E agora o desenvolvimento do novo avião já está em largos passos, pelo menos nos laboratórios.

O Instituto Aerohidrodinâmico Central de Moscou iniciou uma segunda etapa de testes de túneis de vento. Aqui a função é analisar aspectos de estabilidade e vibração em baixas velocidades, pelas mudanças nas naceles e carenagens dos motores.

A aeronave proposta, apelidada de ‘Slon’, pode ser equipada com motores Aviadvigatel PD-35 e teria capacidade de carga útil de 180 toneladas, com alcance de 7000 km com carga máxima a bordo.

Os projetistas também estão determinando as reações da aeronave com a nova empenagem traseira, que engloba novos estabilizadores horizontais e vertical.  

“Os resultados obtidos até então confirmam as características declaradas do projeto”, diz o pesquisador júnior de aerodinâmica de aeronaves de transporte Alexander Krutov.

Este ano, a análise avançará em direção à visualização do fluxo de ar em torno do novo avião, considerando um voo de cruzeiro. O instituto diz que isso permitirá que os pesquisadores identifiquem “áreas de possível otimização”.

Com base nas descobertas, o esforço se estenderá no próximo ano para melhorar a aerodinâmica da aeronave e desenvolver o mecanismo de flaps. Como podemos ver na imagem acima, os projetistas também modificaram algumas características que influenciam na aerodinâmica, como a gigante porta dianteira.


O Aviadvigatel PD-35 é o mesmo motor utilizado no novo CR929, e se destaca por ter componentes de nova geração, melhorando a eficiência de consumo de combustível do motor. Atualmente os An-124 são equipados com motores russos Progress D-18T.

 

DEIXE UMA RESPOSTA