Su-34 Fullback
Sukhoi Su-34 Fullback. Foto: Alan Wilson via Wikimedia (CC BY-SA 2.0).

Desde o início de sua guerra com a Ucrânia, as Forças Aeroespaciais Russas (VKS) já perderam quatro caças-bombardeiros Su-34 Fullback. As perdas foram confirmadas através de imagens de destroços, mas não é possível saber se foram derrubadas pelas defesas antiaéreas ou por caças ucranianos. 

Segundo o portal Oryx de inteligência de fontes abertas (Open Source Intelligence – OSINT), a última aeronave foi abatida no domingo (06). O Su-34 possuía a matrícula RF-95070 e caiu em uma área urbana de Kharkiv, no nordeste da Ucrânia. O abate da aeronave foi registrado em vídeo. 

Imagem: Oryx.

No sábado (05), a aeronave com o bort number “Red 24” foi derrubada sobre Chernihiv, no norte da Ucrânia. Enquanto o copiloto faleceu, o piloto foi capturado pelas forças ucranianas e supostamente identificado como “Major Krasnoruchev”. Pelas redes sociais, circulam imagens do aviador durante uma visita de Vladimir Putin e sua contraparte síria Bashar Al Assad na base russa de Khmeimim, na Síria.

O Serviço de Emergência do Estado da Ucrânia (SES) informou que três bombas de emprego geral FAB-500, cada uma pesando 500 Kg, foram encontradas em pátios de casas perto de onde o caça-bombardeiro caiu. 

Também no domingo, o Ministério da Defesa da Rússia divulgou imagens da ação de aeronaves da “aviação operacional-tática” durante a chamada “operação militar especial” na Ucrânia. No vídeo é possível ver dois Su-34 em uma base, ambos carregando bombas convencionais. Também é possível ver o emprego de um míssil antirradar Kh-31. 

Ao todo, a Rússia já perdeu 861 veículos, morteiros, mísseis antiaéreos portáteis e outros sistemas, sendo 11 aeronaves de asa fixa e 11 helicópteros. Por outro lado, foram contabilizadas 248 perdas ucranianas, incluindo oito aeronaves. 

O Sukhoi Su-34, designado Fullback pela OTAN, é um caça-bombardeiro de longo-alcance desenvolvido a partir do protótipo Su-27IB ainda no período soviético. Equivalente ao F-15E Strike Eagle norte-americano, o Su-34 é tripulado por dois militares (piloto e copiloto/operador de sistemas d’armas) que sentam lado a lado em um cockpit blindado, acessado através de uma escada no trem de pouso dianteiro. 

Além do canhão GSh-30-1 de 30mm (armamento tradicional entre caças russos), o Su-34 pode carregar oito toneladas de armamentos diversos, incluindo os mísseis ar-ar R-73 e R-27, mísseis antirradar Kh-31, bombas inteligentes da série KAB-500 e mísseis antinavio como o Kh-35 e de cruzeiro como o Kh-59.

Su-34 cockpit
Cockpit do Su-34 Fullback em um simulador de voo.

Por conta do design de seu radome (que abriga o radar multimodo de varredura eletrônica passiva Leninets V004), o Su-34 é apelidado de bico de pato ou ornitorrinco.