Presidente russo Putin e o turco Erdogan ouvem explicação de piloto de caça SU-57

A Rússia visualiza uma possibilidade de fazer uma cooperação com a Turquia para o futuro caça turco TF-X. A parceria dos russos poderia vir no desenvolvimento de motores, aviônicos, sistemas de bordo, estrutura de aeronaves e sistemas de apoio à vida dos pilotos. A informação veio por meio do chefe do Serviço Federal da Rússia para Cooperação Técnico-Militar da Rússia, Dmitry Shugayev, que concedeu uma entrevista ao canal turco Ekoturk.

“Nesse sentido, existem áreas potencialmente interessantes, nas quais poderíamos prestar assistência tecnológica, considerando nossa experiência no desenvolvimento e fabricação das aeronaves mais recentes”, afirmou Shugayev.

Concepção artística do TF-X- Foto: TAI

“Temos algo a oferecer no campo de motores de aeronaves – e essas questões foram discutidas – sistemas de orientação e controle a bordo, ergonomia e estrutura da aeronave, tudo relacionado ao equipamento do avião, ao suporte de vida dos pilotos e assim por diante”, ele disse.

O projeto do caça turco de 5º geração é uma iniciativa nacional da Turquia, o caça que está sendo projetado pela empresa nacional TAI, terá recursos de furtividade e deverá desempenhar missões ar-ar, ar-terra, ar-mar. O TF-X irá substituir os atuais F-16, e poderá ser uma aposta para a renovação da aviação de caça turca, ficando no lugar do F-35A, que seria vendido para a Turquia, mas os EUA cancelou o contrato.

Decolagem de um SU-57. Foto – Reprodução/UAC

Contudo, essa aproximação da Rússia em fazer tal parceria pode ser uma tática para que não haja uma futura concorrência de mercado entre o caça furtivo russo SU-57 com o turco TF-X.

DEIXE UMA RESPOSTA