Foto: Instituto Aerohidrodinâmico Central

Os analistas russos desenvolveram um modelo aprimorado para uma aeronave de passageiros de corpo misto proposta, a ser submetida para pesquisa e teste.

Estudos de possíveis configurações de “asas voadoras” foram examinados por vários anos, usando modelos com vários projetos de cauda e motor, diz o Instituto Aerohidrodinâmico Central de Moscou.

Testes anteriores em túneis de vento revelaram interferência aerodinâmica “desfavorável” nos  suportes do motor, diz ele, e os projetos foram aprimorados para otimizar a configuração e eliminar os efeitos adversos causados ​​pela interação da entre a carenagem, os pylons do motor e as asas.

O design mais recente, embora não seja totalmente misturado na fuselagem dianteira, permite maior capacidade de passageiros e melhora a aerodinâmica da parte superior da aeronave em relação aos motores, afirma o instituto.

Ele inclui um arranjo de fuselagem de dois andares e oferece ruído “dramaticamente reduzido” como resultado dos efeitos de blindagem, acrescenta.

Foto: Instituto Aerohidrodinâmico Central

O modelo em escala 1:33, construído em ligas de aço e alumínio, tem cerca de 1m de comprimento e uma envergadura de 1,8m, apresentando uma cauda em V e dois motores na parte traseira.

Os testes do modelo começarão em breve em um túnel de vento, permitindo que os pesquisadores examinem suas características durante o voo de cruzeiro e estudem o impacto do layout do motor.


 

DEIXE UMA RESPOSTA