Ryanair Boeing 737 MAX
Foto: Ryanair

A Ryanair conseguiu aproveitar o cenário de cancelamento de voos das aéreas inglesas British Airways, easyJet e TUI. A companhia de ultra-baixo custo incrementou as suas operações com 1000 voos extras entre julho e agosto, além de 200 nas próximas semanas.

O foco da Ryanair é atender as pessoas que tiveram suas passagens aéreas canceladas neste Verão Europeu. Por este motivo, os voos também terão baixo valor de mercado, abaixo do praticado normalmente pela empresa neste período.

A diretora de marketing e comunicação da Ryanair, Dara Brady, disse iniciativa deverá terminar em setembro de 2022. No entanto, Brady alertou que as reservas de voos só serão aceites até 23 de junho de 2022.

“Enquanto a BA, a easyJet e a TUI cancelam milhares de voos em todo o Reino Unido, causando interrupções nas viagens de famílias britânicas, a Ryanair continua a operar uma programação completa com mais de 15000 voos semanais e hoje (20 de junho) adicionamos mais de 200 voos extras de/para nossos 19 aeroportos do Reino Unido para ajudar os clientes da BA, easyJet e TUI que foram prejudicados por esses cancelamentos. As famílias do Reino Unido podem agora ficar tranquilas sabendo que a Ryanair as transportará de/para o seu destino de férias de verão para desfrutar de um merecido descanso com amigos e familiares”, disse Dara Brady, da Ryanair.

A companhia ressaltou que opera quase 15000 voos por semana nesta alta temporada, sem considerar os voos extras que serão implementados. Outras companhias enfrentam no momento uma falta de profissionais para trabalharem em solo ou voando, ou estão enfrentando duras greves que cancelam dezenas de voos consecutivamente.

Veja mais em Ryanair.com