Clique Aqui e receba as principais Notícias da Aviação em tempo real diretamente no seu Whatsapp ou Telegram.

Jatos de treinamento Boeing-Saab T-7A Red Hawk. Foto: Boeing.

A Saab enviou no dia 10 de setembro (sexta-feira) mais uma seção traseira da fuselagem do T-7A Red Hawk, o novo jato de treinamento da Força Aérea dos EUA. A peça foi enviada das instalações da fabricante sueca em Linköping para a Boeing em Boeing in St. Louis, estado americano do Missouri.

Este é mais um marco na contribuição da Saab para a fase de Desenvolvimento de Produção e Engenharia (EMD). Após a conclusão da EMD, as novas instalações da Saab em West Lafayette, Indiana, assumirão a produção da Saab das seções da fuselagem traseira para o programa T-7A. A segunda seção foi entregue à Boeing em julho.

“Esta entrega mostra que estamos comprometidos com nosso plano e com o sólido progresso alcançado para cumprir nosso cronograma de EMD. Esta fuselagem fará parte do primeiro T-7A a voar e é mais um passo para o início da produção em nossas novas instalações de última geração em West Lafayette, Indiana”, disse Jonas Hjelm, vice-presidente sênior e chefe de negócios da área da aeronáutica da Saab.

Saab/Divulgação.

A Boeing juntou a seção traseira da Saab com a seção dianteira. Isso é seguido pela montagem das asas, estabilizadores verticais e a cauda para se tornar uma aeronave de teste completa para uso no programa de teste de voo do EMD. A seção traseira com subsistemas instalados – hidráulica, combustível e sistema de força secundário – se estende de trás da cabine até o final da aeronave. 

Em abril de 2021, a Saab entregou sua primeira seção traseira da fuselagem T-7A Red Hawk seguida pela segunda entrega em julho de 2021. Após a chegada à Boeing em St. Louis, a seção traseira da Saab foi unida perfeitamente à fuselagem dianteira em menos de 30 minutos. Essa conquista é uma prova do uso de design e engenharia digital, que oferece precisão, eficiência e qualidade aprimorada em todo o design e entrega do T-7A Red Hawk.

Via Saab

DEIXE UMA RESPOSTA