SAS Airbus A350
Foto: SAS/Divulgação

A Scandinavian Airlines ou SAS chegou a um acordo com a CDB Aviation Lease para venda e leaseback de 4 aeronaves, sendo 3 Airbus A320neo e 1 A350. Dentro do acordo, ainda há o financiamento de 5 A320neo que deverão começar a serem entregues a partir de 2022.

Nos últimos dias a SAS recebeu um novo Airbus A350 de matrícula SE-RSE e recebeu o nome de batismo de “Ingeborg Viking”. O acordo firmado entre a SAS e a CDB Aviation Lease se tornou uma das praticas mais comuns desde que a crise se iniciou. A SAS irá vender as aeronaves para a empresa de leasing e firmar um acordo de leasing a longo prazo.

A venda de aeronaves para em seguida arrenda-las se tornou uma das mais viáveis alternativas para as companhias aéreas reduzirem suas despesas. Para as empresas de leasing de aeronaves, também significa redução de custos pois poderão comprar novas aeronaves a preço mais baixo.

Em comunicado o CFO da SAS disse:

“A SAS já trabalhou em conjunto com o CDB Aviation Lease Finance para outras transações S&LB, e estamos felizes por termos garantido o financiamento de novas entregas de aeronaves junto com Pat Hannigan e sua equipe. O financiamento permite o financiamento de nossa transição para uma frota unificada com emissões significativamente mais baixas de uma forma eficiente em termos de custos e dinheiro.” Disse Magnus Örnber.

Visando o futuro, a SAS encomendou uma nova frota totalmente fabricada pela Airbus, sendo 80 A320neo, 3 A321LR e 8 A350-900. A empresa tem buscado manter uma melhor eficiência operacional de sua frota, visando reduzir os impactos no meio-ambiente além de reduzir os custos com combustível.

Atualmente a frota além das aeronaves Airbus, também é composta por 22 Boeings 737 das versões -700 e -800, 6 Bombardier CRJ-900 e 5 ATR 72. De um total de 134 aeronaves, 74 dessas estão ativas devido a readequação da empresa com a atual demanda e restrições de viagens.