Helisul Aeromédico
Foto: Helisul/Divulgação

O Brasil realiza de cinco a sete mil transportes de pacientes em estado grave pelo ar, por meio de aeronaves, ao ano. E, como uma referência no segmento, a Helisul Aviação é responsável por boa parte deste tipo de serviço pelo país, além de atender a todas as nações da América do Sul, chegando a locais de difícil acesso ou que uma ambulância tradicional levaria muito mais tempo para chegar.

O serviço aeromédico é de extrema importância no apoio aos esforços de salvar vidas, ao passo que, muitas vezes, é o primeiro a atender pacientes graves. Em outras ocasiões, é a ponte para um serviço hospitalar com maiores recursos e condições para tratamento de enfermidades complexas. Para conseguir isso, precisa contar com os melhores recursos tecnológicos e humanos, avalia o médico Felipe Novak, coordenador no Departamento Aeromédico da Helisul. 

Helisul Aeromédico
Foto: Helisul/Divulgação

“Nesse sentido, a Helisul utiliza o que há de melhor para executar as suas missões”, diz. No setor desde 2018, Novak celebra os avanços e conquistas do Serviço Aeromédico na companhia nesta década. No dia 12 de junho de 2022, o departamento completou 10 anos de atuação e ele comemora a evolução. 

“O aeromédico da Helisul ganhou muita experiência nos últimos anos e hoje o consideramos como um serviço maduro, com muitas horas de voo de asa rotativa e asa fixa e mais de 9 mil pacientes atendidos e/ou transportados”, aponta Novak. 

Serviço de excelência 

Cada vida que passou pelas aeronaves contou com todo o cuidado e excelência, que fizeram do ‘padrão Helisul’ uma referência no segmento especializado. A empresa conta com medicamentos, materiais e equipamentos com a mais alta tecnologia disponível no mercado nacional e internacional. 

Em dez anos, as equipes atenderam e transportaram pacientes de todas as idades e perfis, de prematuros extremos, com menos de 700 gramas, a idosos. Bem como pacientes com malformações congênitas, com graves queimaduras, pessoas com variados tipos de câncer, doenças cardiovasculares, renais, neurológicas, infecciosas, candidatos a transplantes, vítimas de trauma, entre diversos outros. 

Equipes de atendimento aeromédico

A Helisul conta com um corpo de especialistas em transporte e resgate aeromédico: são médicos e enfermeiros com experiência comprovada em atendimento de Urgência e Emergência, Suporte Avançado de Vida (ACLS), ao Paciente de vítima de Trauma (PHTLS/ATLS/ATCN), ao paciente Neonatal e Pediátrico (PALS/NALS), grandes queimados e doenças infecciosas, entre outras condições. 

Complementa a equipe uma profissional farmacêutica exclusiva, que controla e gere todo o estoque de materiais e insumos em solo, para total segurança da operação, além de pilotos e co-pilotos. Todos altamente qualificados, capacitados e experientes para desempenhar esse trabalho tão delicado e de alta responsabilidade.

Cada resgate e cada transporte é encarado como uma missão, na opinião de Novak. Segundo ele, é um trabalho bastante “desafiador” e “emocionante”: “Não basta ser capacitado, deve amar o que faz e buscar sempre o melhor para cada paciente.” 

Ele revela que o maior dos desafios, especialmente nestes últimos dois anos, foi manter a segurança da operação durante a pandemia de Covid-19 e ter que superar o desgaste físico e mental. 

“Perdemos pessoas queridas e nos compadecemos quando éramos a última esperança na tentativa de sobrevivência. Foram meses de incertezas, receios e muito trabalho. Mas conseguimos manter toda nossa equipe Helisul orientada e protegida, além do crescimento de cerca de mais 20% nos nossos transportes por asa fixa”, destaca o médico. 

As aeronaves

Os helicópteros e aviões turbo hélice usados pela Helisul para o transporte aeromédico dos pacientes funcionam como uma verdadeira unidade de saúde intensiva, com estrutura física de acordo com padrões hospitalares, em cumprimento às legislações sanitárias. 

As aeronaves são indicadas para os transportes nos quais os pacientes precisam ser deslocados a distâncias médias e para voos em baixa altitude. Os aviões de turbo hélice são acionados para uso em percursos com distâncias maiores e quando há necessidade de transportar dois pacientes simultaneamente. Eles podem ser acompanhados por até duas pessoas. 

Para realizar as missões do Serviço Aeromédico em plena segurança, todas as aeronaves da Helisul passam por revisões periódicas preventivas. Elas também atendem a todos os requisitos previstos nas regulamentações da Agência Nacional da Aviação Civil (Anac).

Via: Helisul Aviação