South African Airways terá frota alterada durante plano de resgate

Foto - Divulgação

Com apenas 25 dias para fazer seu plano de resgate, a South African Airways apresentou recentemente como planeja restaurar os seus voos, e resgatar a companhia de uma possível falência.

A companhia aérea compartilhou planos em 16 de junho para otimizar sua rede de rotas e aumentar sua frota para 26 aeronaves até o final de 2021, aproveitando o crescimento da demanda.

De acordo com a companhia, a abordagem de recuperação é lenta, mas garante que a SAA estará pronta para ampliar os voos quando houver demanda.

Em março de 2021, a SAA acredita que estará pronta para aumentar sua frota em mais de 200%, em comparação com os dados atuais, considerando que a companhia aposentou aviões Airbus A340 e A330.

Logo depois, o objetivo será integrar 10 pequenas aeronaves de corredor único, provavelmente jatos regionais, como o E-Jet. Além disso, a companhia pretende incorpora até março de 2021 mais três aviões de corredor único, como os atuais A320.

Essas adições elevarão o tamanho total da frota para 19 aeronaves até novembro de 2021.

Finalmente, em dezembro de 2021, a companhia aérea pretende inserir sete aeronaves de grande porte na sua frota. Essa variedade de frota permitirá à South African Airways atender 27 cidades em todo o mundo no final do próximo ano.


Com base neste plano, podemos ver que inicialmente a SAA pode focar no mercado de voos domésticos e na África, antes de partir para uma expansão fora do Continente Africano.

A South African Airways, no entanto, continua como uma aérea estatal.

 

DEIXE UMA RESPOSTA