Boeing 737 MAX 7 Southwest

(Reuters) A maior operadora de Boeing 737 do mundo, a Southwest, anunciou hoje(08) que aumentou em 34 aeronaves a mais no seu pedido para a versão MAX 7. As aeronaves começarão a ser entregues já no próximo ano.

Ao todo, a Southwest agora possui encomenda para 234 aeronaves Boeing 737 MAX 7. Com a nova encomenda, as ações da companhia aérea tiveram alta de 1,1% a US$ 58,92, já as ações da Boeing tiveram alta de 1,4%.

Com o avanço da vacinação nos Estados Unidos, as companhias aéreas já estão se preparando para a recuperação do mercado. A companhia aérea estima que um aumento significativo de receita possa acontecer a partir deste mês, visto que o país está próximo de entrar no verão e com isso as viagens tendem a ter um amplo crescimento.

Com o aumento da demanda, a Southwest também prevê um aumento de até US$ 2 milhões em queima de caixa diariamente. Mesmo com grande expectativa de viagens à lazer, a empresa não espera uma recuperação de viagens a negócios, no qual continua em baixa. 

A nova encomenda por parte da Southwest acontece no momento em que a Boeing também anunciou que pretende aumentar a taxa de fabricação mensal do 737 MAX em 42 aeronaves em 2022.