Southwest Boeing 737 MAX
Foto - Divulgação

A maior operadora de Boeing 737 MAX atualmente, a Southwest, retomou as operações com o modelo ontem(11). De forma mais reservada e com bastante voos, a empresa aposta no modelo para a retomada de voos nos Estados Unidos.

A Southwest apesar de ser a maior operadora do 737NG e do MAX nas Américas, foi a última empresa a retomar os voos com o modelo. Antes dela, a American Airlines, a Alaska Airlines e a United Airlines colocaram o MAX em operação antes da companhia low-cost.

Atualmente a frota da companhia é de 56 aeronaves 737 MAX, cerca de 21 já estão em operação novamente. O CEO da Southwest, Gary Kelly, mostrou ampla confiança no avião que agora está com as novas atualizações.

“Eu não hesitaria por um segundo em colocar minha esposa, filhas, genros e netas a bordo do avião.” Disse Gary Kelly.

A Southwest realizou mais de 200 voos com o 737 MAX antes de coloca-lo novamente em operação regular. A empresa seguiu todas as recomendações impostas pela FAA em novembro de 2020.

“As mudanças feitas e as medidas tomadas, por literalmente milhares de especialistas em todo o mundo, me convenceram de que o MAX está pronto para voarmos com segurança mais uma vez”, afirmou o CEO da Southwest.

Assim como outras empresas, a Southwest vai permitir que o passageiro que não se sinta confortavel em voar no MAX, poderá alterar o seu voo dentro das regras que a empresa implementou para a ocasião.

“Até 31 de maio de 2021, os clientes com reservas em um 737 MAX 8 podem entrar em contato com a Southwest, dentro de três dias da data de partida programada original do cliente, para solicitar uma alteração em um voo a bordo de nossas aeronaves 737-700 ou 737-800, sujeito a disponibilidade de assentos.”

“A Southwest não cobrará diferença de tarifa para a mudança de voo solicitada, desde que o novo itinerário também opere dentro de três dias da data de partida programada original e opere entre as mesmas cidades de origem e destino; caso contrário, quaisquer diferenças tarifárias aplicáveis ​​serão cobradas.” Completou.

A retomada dos voos com o 737 MAX está acontecendo de forma gradativa, agora todas as companhias aéreas dos EUA que tem o modelo na frota, já estão em operação.