Starship SpaceX

A SpaceX conseguiu concluir com sucesso, utilizando o protótipo SN15, o primeiro pouso do Starship sem demais problemas, assim como um voo em linha reta em alta altitude.

O novo foguete da empresa de Elon Musk foi lançado no último dia 05 de maio em Boca China, no Texas, dentro de uma instalação da SpaceX. Durante o lançamento o SN15 atingiu uma altitude de 10 quilômetros e retornou normalmente até pousar suavemente na posição vertical.

Dois motores, de três, foram utilizados para pousar o Starship, que desta vez não explodiu alguns minutos depois de chegar ao solo. O único a conseguir pousar sem explodir durante o procedimento foi o SN10, mas este explodiu após alguns minutos em solo.

Confira todo o procedimento, que durou aproximadamente 13 minutos, no vídeo abaixo:

 

Foguete que enviará homens para a Lua

O foguete Starship da SpaceX foi selecionado pela NASA para participar do programa Artemis, que tem como foco enviar humanos novamente para a Lua.

Dentro do programa Artemis será o primeiro da NASA com foco em levar humanos até a Lua desde o programa Apollo, da década de 60/70. O foguete da SpaceX será o primeiro a levar humanos para a Lua após o Saturn V, de acordo com a empresa.

Starship SpaceX

Ao mesmo tempo a NASA disse que continua o desenvolvimento do SLS, seu novo foguete que na realidade tem como base os propulsores utilizados no programa do Space Shuttle.

O foguete do Sistema de Lançamento Espacial (SLS) da NASA lançará quatro astronautas a bordo da espaçonave Orion para sua jornada de vários dias na órbita lunar. Lá, dois membros da tripulação serão transferidos para o sistema de pouso humano (HLS) da SpaceX para a etapa final de sua jornada à superfície da lua.

Ou seja, o foguete da SpaceX que será efetivamente utilizado para pousar na Lua.

Starship NASA SpaceX Lua
Ilustração do projeto do módulo de pouso humano da SpaceX Starship que transportará os astronautas da NASA para a superfície da Lua durante a missão Artemis.

Após aproximadamente uma semana explorando a superfície, eles embarcarão no módulo de pouso para sua curta viagem de volta à órbita, de onde retornarão a Orion, da NASA, juntamente com outros astronautas, antes de retornar à Terra.

O esquema utilizando módulos de pouso e navegação é bem semelhante ao Programa Apollo, porém, agora há dois foguetes envolvidos em cada missão.

O contrato de desenvolvimento do Starship sob o programa Artemis tem um valor total de US$ 2,89 bilhões, e foi assinado recentemente entre a agência e a SpaceX.