SpaceX Falcon9
Foto: SpaceX

A SpaceX realizou nesta última quinta-feira (13) mais um lançamento do foguete Falcon 9 para levar vários pequenos satélites ao espaço. A missão TRANSPORTER-3 foi realizada por um foguete Falcon 9, utilizado outras nove vezes anteriormente pela SpaceX.

Ao todo 105 satélites pequenos, conhecidos como cubesats e microsats, foram colocados em órbita. Um satélite brasileiro se destacou nessa missão, ao completar a primeira vez que uma startup do setor espacial no Brasil lança um cubesat.

O PION-BR1 foi desenvolvido em apenas 7 meses pelos fundadores da startup PION Labs, Calvin Trubiene, Bruno Pinto Costa, Gabriel Yamato e João Pedro Vilas Boas e tem o objetivo de estudar a capacidade de comunicação de longa distância para o desenvolvimento de uma nova era para o segmento no país.

O PION-BR1 é considerado um pico satélite, também chamado de “PocketQube”, de apenas 125 cm³. Toda a montagem do equipamento foi feita em um laboratório em São Caetano do Sul, São Paulo.

O objetivo do PION-BR1 é obter uma herança de voo, que consiste no recebimento e análise de dados sobre a capacidade de comunicação e monitoramento de subsistemas, temperatura interna e externa, capacidade de bateria, entre outras questões.

Assim, será possível escalonar projetos maiores e explorar transmissões de longa distância. Estima-se que a vida útil do equipamento seja de até 2 anos, quando ele entrará na atmosfera e se desintegrará em função da alta temperatura.

Voltando ao foguete, o primeiro estágio deste Falcon 9 pousou pela 10º vez, comprovando novamente a capacidade da SpaceX utilizar o primeiro estágio em  até 10 missões.

Foram 5 missões da Starlink, uma para transportar astronautas até a Estação Espacial Internacional (ISS), além das missões ANASIS-II, CRS-21 e Transporter-1, realizadas por este primeiro estágio.

Com a carga leve a bordo, e pouca necessidade de combustível para colocar os pequenos satélites em órbita baixa, a SpaceX voltou a realizar pousos em terra firme, utilizando a Landing Zone 1 (LZ-1) na Estação da Força Espacial de Cabo Canaveral.

Confira o lançamento do foguete no vídeo abaixo:

DEIXE UMA RESPOSTA