Avião Spirit Airlines

Atualmente a Spirit Airlines é uma companhia aérea que tem uma frota exclusiva de aviões da família Airbus A320, uma ultra-Low Cost americana que esta crescendo bastante com base nesses aviões.

Mas faz um tempo que a companhia está planejando adquirir novos aviões, ainda no conceito de Narrow Body, até então as fabricantes esperavam uma posição favorável à Airbus, mas uma declaração do presidente-executivo da empresa mudou todo esse assunto.

De acordo com Robert Fornaro, a Spirit está analisando outros tipos de aviões para comprar, como os novos A220, escolhidos pelo David Neeleman para a sua nova Ultra Low Cost, e até mesmo os aviões da Boeing e Embraer, como a família 737 MAX e os E-Jets E2, respectivamente.

Para Fornaro é possível manter os custos baixos com dois tipos de aviões na frota, ele provou isso quando foi CEO da AirTran, mas nessa condição a companhia operava com uma quantidade considerável de aviões, e todos da mesma fabricante.

Enquanto isso a Spirit espera receber mais 55 aviões da Airbus até 2021, inclusive do modelo A320neo, a nova geração da Airbus.

A empresa não deu pistas sobre a escolha de aeronaves com menor ou maior alcance, nem sobre a capacidade de passageiros, o foco está apenas em desempenho por passageiro/km transportado, e até o novo A321neo LR está em jogo, pois pode permitir que a companhia realize voos internacionais, até mesmo para o Brasil, de acordo com o CEO.

Fornaro aproveitou para pontuar que aviões menores permitiria que a companhia realizasse com eficiência voos para cidade próximas, sem perder tanta eficiência.  O A220-300 é capaz de transportar 160 passageiros, e tem alcance de voo perto dos 6000 km.

“Queremos projetar uma frota que crie muita versatilidade”, disse Robert Fornaro.