Os ponteiros do relógio marcavam 05h00 da manhã, quando começou a fila de spotters que participariam do 4º Spotter Day do Aeroporto de Brasília, um evento pioneiro no setor aeronáutico brasileiro. Logicamente eu estava entre os primeiros da fila.

O frio já estava presente desde o momento que nossa equipe estava se deslocando para o aeroporto, e denunciava que não seria nada fácil encarar isso fora do aquecedor do carro e no grande espaço aberto do Aeroporto de Brasília. O sono já anunciava seu nome, aliás, a última vez que eu tinha acordado foi às 09h de quinta-feira, decidi seguir sem pausa para o tradicional café.

Mas a fila continuava, em seguida 150 pessoas foram levadas até dois ônibus, que fizeram um belo passeio pelo pátio do aeroporto, nesta hora da manhã cheio de aeronaves prontas para iniciar os voos do dia. O ponto de Spotting já era conhecido por todos, ficava na lateral da taxiway U, mais ou menos ortogonal ao meio da pista de 3300 metros, batizada de 11R-29L devido às coordenadas da bússola, padrão que utilizamos na aviação para definir para onde a cabeceira de uma pista está “apontada”.

Realmente eu estava certo, esse ano estava mais frio, em comparação com as edições anteriores.

Parecia tudo um pouco igual, pelo menos para quem já participou das três edições anteriores, mas o Spotter Day de Brasília sempre revela surpresas, desde o Boeing 737-800 da GOL que resolveu fazer uma manobra diferente na taxiway, apenas para as fotos, como pelas próprias pessoas presentes no evento. Esse foi teve um ponto diferente, a presença de vários Spotters de fora de Brasília, tinha até mesmo uma visitante de Buenos Aires, que ganhou uma viagem para o evento ao participar do Spotter Day no Aeroporto de Buenos Aires.

Das 06h até às 10h00 foram mais de 100 pousos e decolagens através da cabeceira 11R, um privilégio quase exclusivo dessa 4ª edição, que se valeu de um NOTAM na pista 11L-29R para encaminhar praticamente 80% das aeronaves à decolagem e pouso na outra pista.

Depois todo esse grupo seguiu para a Base Aérea de Brasília, hoje conhecida como ALA 1, para visitar as aeronaves dos esquadrões sediados por lá e também para o Coffee Break que marcou o encerramento do evento.

Aproveitamos todo esse período para tirar boa parte das belíssimas fotos que você pode ver abaixo, além disso produzimos uma matéria especial, falando com os Spotters de fora e com o Gabriel Melo, que explicou um pouco mais sobre o tema “solidário” do evento.

 

Galeria de fotos

Vídeo

 

No 4º Spotter Day, quem tirar a melhor foto, de acordo com a escolha do público na página do Aeroporto de Brasília no Facebook (@AeroportoBSB), ganha um pacote de viagens da Bancorbras para Bonito, no Mato Grosso do Sul, com direito a acompanhante. A foto que tiver mais interações levará o prêmio.

A edição solidária do Spotter Day teve o apoio de importantes empresas do setor aéreo e marcas de Brasília. A Bancorbrás, Abear, Avianca Brasil, American Airlines, Domino’s Pizza, Padaria Vitória, Casa do Pão de Queijo, Latam, Azul Linhas Aéreas, GOL Linhas Aéreas são os parceiros que presentearam os participantes com brindes e incentivo ao hobby.