Foto - Thiago Del Rey/Vinci Airports

A estreia do moderno Airbus A330-900neo no Aeroporto de Salvador na noite da última sexta-feira (25/01) foi marcada pelo batismo da aeronave e diversos registros fotográficos.

Seguindo a tradição mundial da aviação, o voo TP029 – operado pela TAP – foi recebido com um arco do triunfo (dois jatos de água de reuso que se encontram formando um arco) feito pela equipe do Corpo de Bombeiros.

Além disso, o primeiro pouso da aeronave contou com a presença dos spotters, apaixonados por aviação que percorrem aeroportos em busca de registrar diferentes modelos de aviões. O grupo de cerca de 20 pessoas pôde fazer fotos da pista de pouso e ainda teve a oportunidade de visitar o interior do moderno A330neo, que fez sua estreia em dezembro do ano passado.

Toda vez que um modelo novo ou raro de aeronave pousa no Aeroporto de Salvador, spotters de toda a Bahia e até de estados vizinhos procuram registrar este momento em fotos ou vídeo. Quando se é possível, a administração do aeródromo permite o acesso controlado ao pátio para que estes aficionados possam fazer seus registros de ângulos exclusivos.

A convocação acontece por meio de um cadastro pré-existente. Os interessados em fazer parte do grupo de spotters devem enviar um e-mail para spotters@salvador-airport.com.br.

Isac Mamede é piloto e foi um dos spotters contemplados para conhecer de perto o A330neo. “Estar próximo de um avião desse porte com o motor acionado é incrível! Do pátio, a gente consegue ângulos exclusivos para capturar as melhores imagens da aeronave”, comemora.

 

Novidade

Foto – Infraero

O Airbus A330-900neo despertou muita curiosidade porque é um modelo ainda pouco visto. Um dos últimos lançamentos da Airbus, ele tem operação exclusiva da TAP em âmbito mundial e além de Salvador, só voou em operações comerciais para as cidades de Lisboa e São Paulo. O primeiro voo comercial saiu de Lisboa para a capital paulista em 15 de dezembro do ano passado.

Desde que foi integrado à rede VINCI Airports, em 2 de janeiro de 2018, o Aeroporto de Salvador tem empreendido esforços e investimentos para ser capaz de abrigar os mais diversos tipos de aviões. A pista auxiliar foi completamente reformada e agora também é capaz de receber aeronaves de maior porte, cuja envergadura pode chegar a 36 m, como o Boeing 737 e o Airbus 320.

A pista principal teve a iluminação substituída e está sendo reformada para ficar de acordo com os mais altos padrões de segurança. No fim de 2019, os aviões terão à disposição ainda um novo píer com seis fingers (pontes de embarque).

Além disso, para assegurar o crescimento de voos para a capital baiana, o time de negócios aéreos tem intensificado a relação com os planejadores de malhas e área de planejamento estratégico das empresas aéreas, bem como participa de feiras, fóruns e eventos similares apresentando o destino Bahia e o programa de incentivos para novas rotas para o Aeroporto de Salvador.

 

Mais conforto

Além de um sistema de entretenimento a bordo e conectividade de última geração, com wifi disponível, o primeiro Airbus A330-900neo tem 298 assentos dispostos numa configuração de cabina com três classes: 34 assentos em executiva, 96 em classe econômica plus e 168 em classe econômica.

A nova cabine Airspace by Airbus, entre outras novidades, oferece mais espaço entre as poltronas para os clientes, compartimentos de bagagem maiores e um inovador sistema de iluminação de cabine em LED que ao longo da viagem cria ambientações que contribuem para a redução dos efeitos do Jet Lag. O avião veio para reforçar e expandir a operação do longo curso da TAP.

O Airbus A330-900neo é uma aeronave de última geração. O novo avião incorpora a mais recente versão de motores Rolls-Royce Trent 7000, altamente eficientes e uma asa de maior envergadura com otimização 3D e com novos sharklets que proporcionam um melhor desempenho aerodinâmico.

Em conjunto, estes avanços trazem uma redução significativa no consumo de combustível, entre 10 e 12% em comparação com aeronaves concorrentes de tamanho similar que pertencem à geração anterior.