Conceito do novo Força Aérea Um supersônico da Exosonic. Imagem via CNN Travel.

A Exosonic, uma startup aeronáutica da Califórnia, revelou imagens do seu projeto de avião supersônico que poderia se tornar o novo Air Force One. O jato VIP de 31 passageiros está sendo desenvolvido com base no conceito de outra aeronave da empresa, com capacidade para 70 passageiros. 

Segundo a CNN Travel, a Exosonic foi contratada pela Diretoria de Transporte Aéreo Presidencial e Executivo da USAF (Força Aérea dos EUA) após impressionar os militares com o projeto do bimotor supersônico capaz de atingir Mach 1.8. A companhia espera ter a aeronave voando em meados da década de 2030. 

A função da aeronave pode variar de acordo com as necessidades. A aeronave pode ser usada como o Força Aérea Dois, jato dedicado ao transporte do vice-presidente dos EUA. 

Stephanie Chahan, principal designer de interiores de aeronaves da Exosonic, explicou à emissora que “Com esse conceito, estamos planejando implementar novas tecnologias que não estão disponíveis hoje ou que você (ainda) não vê em aeronaves comerciais ou executivas”. 

Interior do Força Aérea Um supersônico da Exosonic. Imagem via CNN Travel.

A aeronave terá duas suítes privativas. A primeira é uma a sala de reuniões para três passageiros, com videoconferência segura para que usuários possam trabalhar, ficar online ou falar com a imprensa.

Os assentos giratórios são de couro com conchas de madeira e o monitor de vídeo pode ser armazenado para que haja espaço no aparador para pratos de comida ou equipamentos de apresentação.
 
A segunda suíte para oito passageiros tem assentos retos e altura de mesa ajustável e é onde a equipe sênior pode trabalhar em colaboração e descansar. Depois há uma cabine com 20 assentos executivos, além de duas cozinhas, dois lavatórios bastante espaço de armazenamento.
 
Interior do Força Aérea Um supersônico da Exosonic. Imagem via CNN Travel.
Seguindo a tendência do design de aeronaves modernas, os encostos dos bancos têm espaços para acomodar dispositivos eletrônicos pessoais, em vez de monitores tradicionais de encosto.
 
“O design da cabine foi inspirado no Poder Executivo dos Estados Unidos e em sua missão e valores, assim como no falcão-peregrino, conhecido por sua velocidade – tanto por seu movimento quanto por seu belo visual”, diz Chahan.
 
Um dos maiores destaques do conceito da Exosonic é a promessa de silêncio. Através do seu design a aeronave diminui o estrondo sônico – efeito de explosão que ocorre quando uma aeronave quebra a barreira do som – podendo sobrevoar cidades e demais áreas habitadas sem causar transtornos. 
 
O estrondo sônico era um dos maiores problemas do Concorde, fonte de constantes reclamações de moradores incomodados pelo ruído do avião. 
Interior do Força Aérea Um supersônico da Exosonic. Imagem via CNN Travel.
“O futuro para viagens rápidas de passageiros globais é o vôo supersônico de baixo ruído”, disse o CEO da Exosonic, Norris Tie. “O baixo ruído permite que os viajantes voem em velocidades supersônicas sem gerar estrondos perturbadores para os que estão no solo.”
 
A startup projeta que o avião tenha um alcance de 5 mil milhas náuticas (9260 km). 
 
A USAF também está investindo na Hermeus Corporation, uma companhia de Atlanta que está trabalhando em um projeto de aeronave hipersônica de 20 passageiros, capaz de fazer um voo entre Londres e Nova Iorque em apenas 90 minutos. A empresa testou com sucesso um motor hipersônico em fevereiro desse ano.
Interior do Força Aérea Um supersônico da Exosonic. Imagem via CNN Travel.