SU-27 Flanker- Foto: Fedor Leukhin via Wiki

Dois acidentes envolvendo aeronaves da força aérea russa aconteceram, ontem dia 25 de março. O primeiro foi com um caça Su-27 Flanker que desapareceu dos radares por volta das por volta das 20h10, horário de Moscou. O caça estava em uma missão programada sobre o Mar Negro.

O sinalizador de emergência deve ter sido acionado automaticamente durante a ejeção o que já colocou os militares de resgate em alerta para tentar achar o piloto, mas até agora não conseguiram localizá-lo. Helicópteros, uma fragata da marinha russa, e navios civis mercantes estão na ajuda da procura do piloto.

SU-27 Flanker
Foto – Reprodução

O segundo acidente nesse mesmo dia envolveu um jato treinador L-39, o acidente aconteceu na região sudoeste de Dmitrievskaya. Neste autoridades locais confirmaram a morte do piloto.

As investigações para ambos os acidentes devem começar o quanto antes para que seja sanado o que levou a queda das aeronaves.

Os SU-27 Flanker é um dos caças de maior prestigio na Rússia. Seu primeiro voo foi em 1977 e ele foi incorporado pelas forças russas em 1985. O caça multifunção tem várias versões e pode combater e qualquer cenários. O ponto algo do caça é sua manobrabilidade, o Flanker foi o pioneiro para demais caças como os Su-30 e SU-35.

Aero L-39 da Rússia- Foto: Aero Vodochody

O jato L-39 Albatross, e uma aeronave de produção tcheca. Sua configuração biposta é ideal para treinamento de jovens pilotos de caça. Com tudo o L-39 pode ser usado para ataques leves.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA