Foto - Peter Nicholls/Reuters

O projeto do caça inglês Tempest poderá ganhar mais um parceiro para o melhor desenvolvimento do futuro caça. A Suécia deverá entrar como parceira no programa do Tempest.

O anuncio oficial desta nova parceira deverá ser divulgada no final deste mês no Royal International Air Tattoo (RIAT), um importante evento aeronáutico militar que acontece na Inglaterra.

Caça Tempest

A Suécia vai dar um bom impulso no projeto do Tempest, o país nórdico europeu tem um bom desenvolvimento na área aeroespacial, prova disso é a SAAB, que constrói caças como o Gripen.

O governo britânico vai depositar £ 2 bilhões para o projeto do caça, que poderá ser a ponta de lança da RAF no futuro. Além da Suécia outras parceiras foram mencionadas, parcerias essas que incluem a Itália, o Japão e a Turquia e isso o torna o caça um projeto multinacional.

 

Outros projetos:

A Alemanha juntamente com a França ficaram de fora do projeto Tempest, mas ambas as nações tem projetos próprios, é o caso do caça furtivo FCAS sob coordenação da Airbus Defense e da Dassaut, o caça franco-alemão foi apresentado no mês passado no Paris Airshow.

FCAS (Airbus e Dassault- Foto: BillyPix

Outro país que está apresentando um projeto de um caça furtivo e está atrás de parceiras é a Turquia que apresentou o TF-X no Paris Airshow 2019. O caça turco de 5º geração terá um investimento que devem chegar a TL 4,8 bilhões e espera-se que a produção da aeronave empregue 3200 pessoas, com uma contribuição indireta de emprego estimada em cerca de 11200.

Mock Up do caça turco TF-X- Foto: BillyPix

O TF-X contará com tecnologia stealth, será usado papel ar-ar, considerando também os papéis ar-superfície, terá toda uma gama tecnologia de radar, sensores e armamentos e será uma aeronave bimotora.

A Turquia busca parcerias para o caça TF-X um delas pode ser o Reino Unido, por meio da Rolls-Royce, com tudo não está certa ainda essa parceria que perdeu força nos últimos 12 meses.

Concepção artística do TF-X- Foto: TAI

O caça poderá ser uma saída para o problema envolvendo o também caça stealth F-35 que a Turquia quer mas está sob tensão com os EUA devido ao interesse de Ancara no Sistema de Defesa russo S-400, o que não agrada os norte-americanos. A Turquia inclusive poderia sair do Programa F-35, caso compre o Sistema S-400.

DEIXE UMA RESPOSTA