A Sukhoi atingiu um novo recorde na sua linha de produção do SuperJet, ela conseguiu fabricar 34 aviões SSJ 100 em 2017. Com esse número já são mais de 150 aviões fabricados desde que a produção em série foi iniciada, em 2007.

Para a Sukhoi essa foi uma “grande conquista” da aviação comercial russa nos últimos anos, visto que há muito tempo a Rússia não produzia uma grande quantidade de aeronaves comerciais.

Essas 34 aeronaves agora estão sendo operadas pelas companhias Aeroflot, Gazpromavia, Yakutia, Yamal, IrAero e Azimuth, além de outras como a CityJet e a InterJet.

A Sukhoi também entregou o SSJ 100 em 2017 para o Governo Russo e do Cazaquistão, além da Força Aérea Tailandesa.

Com essa boa meta atingida, agora a Sukhoi espera entregar cerca de 35 a 40 aviões SSJ 100 por ano, se beneficiando da boa localização da fábrica em meio ao crescente mercado de aviação regional da Europa.

A única desvantagem é que no momento o projeto do SSJ 100 já está desatualizado, quando comparado com os novos jatos Embraer E190-E2 e o CS100 da Bombardier.

Para compensar esse avanço das concorrentes agora a Sukhoi está testando novas tecnologias para implementar no SSJ 100, como os Saberlets (vídeo abaixo), que diminuem o consumo de combustível.